Adaptação cultural do Detailed Assessment of Speed of Handwriting (DASH) para escolares de ensino público

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

This study aimed to translate and adapt, for the Brazilian culture, the Detailed Assessment of Speed of Handwriting (DASH), and to investigate the performance of the students towards the Brazilian adaptation of the procedure. In order to achieve these goals, this study was divided into two steps: step 01 referring to adaptation and step 02 to investigation. The methodological procedure of step 01comprised: (1) Assessment of conceptual equivalence and items, and (2) assessment of semantic equivalence. As a result of step (1), it could be observed through bibliographic reviews and discussions with the members of the judgment committee, that the concepts referring to the items, were equivalent, for both cultures (British and Brazilian). In relation to step 2, it was realized the adaptation of one phrase, for the pangram in Portuguese language, and the employment of cursive handwriting, for the task “Alphabet writing”. The translation was validated and, therefore the Portuguese version was applied in a pilot study with 32 students; 4 students for each age group studied (9-16 years), confirming the easy applicability, due to the acceptability and comprehension of the students about the proposed tasks, without necessity of new semantic adjustments concerning the adapted version of the procedure. From these results, phase 02 was initiated, in which participated 658 students, of 05 publics schools, located in Marilia city (SP) and region, whose ages ranged from 09 to 16 years old and 11 months, and were divided into eight groups: 102 students in GI (09 years old), 99 in GII (10 years old), 86 in GIII (11 years old), 90 in GIV (12 years old), 87 in GV (13 years old), 68 in GVI (14 years old), 61 in GVII (15 years old) and 65 in GVIII (16 years old). Data collection was realized in groups, from 15 to 20 students, applying, in a single section (in maximum, 50 minutes), all five DASH tasks. Data were analyzed...
Este estudo tem como objetivos traduzir e adaptar para a cultura brasileira o Detailed Assessment of Speed of Handwriting (DASH), e investigar o desempenho dos escolares na adaptação brasileira do procedimento. A fim de alcançá-los, dividiu-se este estudo em duas fases, sendo a fase 01, voltada para a adaptação, e a fase 02, voltada para a investigação. O procedimento metodológico da fase 01, seguiu as etapas: (1) avaliação de equivalências conceitual e de itens, e (2) avaliação da equivalência semântica. Como resultado da primeira etapa (1), verificou-se que por meio de revisões bibliográficas e discussões com os integrantes do comitê de juízes, que os conceitos e os itens são equivalentes nas duas culturas (Britânica e Brasileira). Na etapa 2, foi realizada a adaptação de uma frase para um pangrama na língua portuguesa e definiu-se o uso da letra cursiva na tarefa “Escrita do alfabeto”. Verificou-se que a tradução foi válida e, portanto pôde-se elaborar a versão em português, a qual foi aplicada no estudo piloto com 32 escolares, sendo 4 para cada faixa etária estudada (de 9 a 16 anos), constatando-se fácil aplicabilidade, devido à aceitabilidade e a compreensão dos escolares nas tarefas propostas, não havendo necessidade de novos ajustes semânticos na versão adaptada do procedimento. A partir desses resultados, iniciou-se a fase 02, em que participaram 658 escolares de 05 escolas públicas, localizadas na cidade de Marília (SP) e região, que apresentavam idades entre 09 anos e 16 anos e 11 meses, divididos em oito grupos: 102 escolares no GI (09 anos), 99 no GII (10 anos), 86 no GIII (11 anos), 90 no GIV (12 anos), 87 no GV (13 anos), 68 no GVI (14 anos), 61 no GVII (15 anos) e 65 no GVIII (16 anos). A coleta foi realizada em grupos de 15 a 20 escolares, aplicando, em uma única sessão (de no máximo 50 minutos), as cinco tarefas do DASH. Os dados...

Descrição

Palavras-chave

Escrita - Avaliação, Alunos, Testes e medidas educacionais, School children

Como citar

CARDOSO, Monique Herrera. Adaptação cultural do Detailed Assessment of Speed of Handwriting (DASH) para escolares de ensino público. 2014. 118 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2014.