Valorização do trabalho docente ou uma miríade de novas responsabilidades e exigências ao professor nos decretos do governo paulista?

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-09-03

Autores

Basílio, Mariana da Rocha [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The concept of social value of teaching today stands out as a current discourse on neoliberalism. In the government of the State of São Paulo, from the beginning of the century, there was a permanent growth of decrees aimed at managing the teaching profession, named in the letter of the law as recovery measures. In the present study we analyze what is the phenomenon of this concept of recovery, seizing new myriad responsibilities and demands on teachers' work in the current government of men, who conceptualizes a reorganization of Taylorism way of work management. For this, we analyze, first, in Chapter 1, from the sociology of work, which is work and teaching work, and its development in the capitalist mode of production, as well as neo-liberalism - also performing, in Chapter 2, one Search in federal constitutions and educational reforms on the concept teacher appreciation. From these discussions, in Chapter 3, we analyzed 14 SP of state decrees on teacher appreciation, found between the years 2010 and 2014 - where we concluded that the State uses the valuation of discourse on the teaching profession to hold a range new responsibilities and demands on the category. We conclude with the studies of these three chapters, that's state laws, from the ordinances of international organizations, an essence that is revealed as a teacher's control, that instead of valuing actually precariza the teaching work, the responsibility for quality education in schools, dividing into different categories and types of employment contract, easing their training and offering small salary adjustments from external evaluation mechanisms, which are presented as a meritocracy policy among teachers. These factors therefore do not value teachers' work, but deprive the teacher of new and real chances of improving the lives and professional environment
O conceito de valorização social do trabalho docente na atualidade ganha destaque como um discurso corrente no neoliberalismo. No governo do Estado de São Paulo, a partir do início do século XXI, houve um crescimento permanente de decretos que visam gerir o trabalho docente, nomeados na letra da lei como medidas de valorização. Na presente pesquisa analisamos qual é o fenômeno deste conceito de valorização, apreendendo as novas miríades de responsabilidades e exigências sobre o trabalho docente no atual governo dos homens, que se conceitua numa reordenação do modo taylorista de gestão do trabalho. Para isso, analisamos, primeiramente, no capítulo 1, a partir da sociologia do trabalho, o que é o trabalho e o trabalho docente, e seus desdobramentos no modo de produção capitalista, assim como no neoliberalismo - realizando também, no capítulo 2, uma pesquisa nas constituições federais e reformas educacionais sobre o conceito valorização docente. A partir dessas discussões, no capítulo 3, analisamos 14 decretos do Estado de SP sobre a valorização docente, encontrados entre os anos de 2010 e 2014 - onde pudemos concluir que o Estado se utiliza do discurso de valorização sobre o trabalho docente para realizar uma gama de novas responsabilidades e exigências sobre a categoria. Concluímos com os estudos destes três capítulos, que há nas legislações do Estado, a partir das ordenações de organismos internacionais, uma essência que se revela como controle do professor, que ao invés de valorizar na realidade precariza o trabalho docente, o responsabilizando pela boa qualidade da educação nas escolas, o dividindo em diferentes categorias e formas de contrato de trabalho, aligeirando sua formação e oferecendo pequenos ajustes salariais, a partir de mecanismos de avaliação externa, que se apresentam como uma política de meritocracia entre os professores. Esses fatores, portanto, não valorizam o trabalho...

Descrição

Palavras-chave

Education, Educação, Professores, Trabalho, Ensino - Legislação

Como citar

BASÍLIO, Mariana da Rocha. Valorização do trabalho docente ou uma miríade de novas responsabilidades e exigências ao professor nos decretos do governo paulista?. 2015. 130 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2015.