Análise de modelos troposféricos no posicionamento baseado em redes usando o conceito de VRS

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-03-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal do Paraná

Resumo

In the past few years several GPS (Global Position System) positioning techniques have been develope and/or improved with the goal of obtaining high accuracy and productivity in real time. The reference station network concept besides to enabling quality and reliability in positioning for scientific and civil GPS community, allows studies concerning tropospheric refraction modeling in the network region. Moreover, among the network corrections transmission methods available to users, there is the VRS (Virtual Reference Station) concept. In this method, the data of a virtual station are generated near the rover receiver (user). This provides a short baseline and the user has the possibility of using a single frequency receiver to accomplish the relative positioning. In this paper, the methodology applied to generate VRS data, using different tropospheric models is described. Thus, comparative tests were conducted in the four seasons with the NWP/INPE (Numerical Weather Prediction/National Institute for Space Research) and Hopfield tropospheric models. In order to analyse the VRS data quality, it was used the Precise Point Positioning (PPP) method, where satisfactory results were found. Mean differences between PNT/INPE and Hopfield models of 9.75% and 24.2% for the hydrostatic and wet days, respectively were obtained.
Nos últimos anos, várias técnicas de posicionamento GPS (Global Positioning System) vêm sendo desenvolvidas e/ou aprimoradas com interesse de alcançar alta acurácia e produtividade em tempo real. O conceito de redes de estações de referência além de possibilitar aos usuários das comunidades civis e científicas qualidade e confiabilidade no posicionamento, permite estudos sobre a modelagem da refração troposférica na região da rede. Além disso, dentre as formas de transmissão das correções geradas pela rede ao usuário, destaca-se o conceito de VRS (Virtual Reference Station). Neste método, os dados de uma estação virtual são gerados nas proximidades do usuário, permitindo realizar posicionamento relativo em linhas de base curta com receptor de simples frequência. Neste artigo é descrita a metodologia para geração de dados da VRS com diferentes modelos troposféricos. Foram realizados testes comparativos nas quatro estações do ano com os modelos troposféricos de PNT/INPE (Previsão Numérica de Tempo/Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e Hopfield. Na análise de qualidade dos dados da VRS, o método PPP (Posicionamento por Ponto Preciso) proporcionou resultados satisfatórios. Foram observadas melhorias entre os modelos de PNT/INPE e Hopfield de 9,75% e 24,2% em média para dias secos e úmidos, respectivamente.

Descrição

Palavras-chave

VRS, RTK em Rede, Modelos Troposféricos, VRS, Network RTK, Tropospheric Models

Como citar

Boletim de Ciências Geodésicas. Universidade Federal do Paraná, v. 20, n. 1, p. 39-53, 2014.