Resistência de genótipos de eucalipto ao psilídeo-de-concha Glycaspis brimblecombei Moore (Hemiptera: psyllidae)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-03-22

Orientador

Baldin, Edson Luiz Lopes

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Desde sua introdução no Brasil, em 2003, o psilídeo-de-concha Glycaspis brimblecombei Moore (Hemiptera: Psyllidae) vem ocasionando sérios danos ao eucalipto, principalmente através de desfolha, desenvolvimento de fumagina e secamento de ponteiros. Como estratégia no controle deste inseto, o uso de genótipos resistentes pode ser uma ferramenta valiosa. Neste trabalho, avaliou-se a resistência das espécies Eucalyptus camaldulensis (VM e IPEF), E. grandis e E. urophylla e dos híbridos de E. grandis x E. camaldulensis – gracam ‘HGC’ (3025 e 1277), de E. urophylla x E. camaldulensis – urocam ‘HUC’ (VM-1), de E. urophylla x E. grandis – urograndis ‘HUG’ (H-13, I-144, C-219 e GG-100) e de E. grandis (EG-01, EG-02 e EG-03) a G. brimblecombei, através de testes de atratividade, preferência para oviposição e preferência para alimentação e/ou antibiose sob condições de laboratório e campo. Foram realizados testes preliminares, a fim de verificar a ocorrência de condicionamento pré-imaginal, além de ajustar a melhor densidade para infestação com adultos para testes de atratividade e a melhor posição nas mudas para avaliações de preferência para oviposição. Em laboratório, verificou-se que os adultos de G. brimblecombei não apresentaram condicionamento pré-imaginal, independentemente do hospedeiro de criação ser o híbrido 3025 ou E. camaldulensis IPEF. As densidades de 10 e 15 adultos de psilídeo-de-concha por muda de eucalipto proporcionaram maior número de ovos. As folhas próximas ao ápice foram preferidas para oviposição, sendo que o número de ovos decresceu do ápice para a base. No teste com chance de escolha, os genótipos E. grandis, E. urophylla, C-219 e H-13 foram menos atrativos ao psilídeo-de-concha, expressando não-preferência. Em teste com chance de escolha, o número de ovos depositados nas folhas dos genótipos H-13, E. grandis...

Resumo (inglês)

Since its introduction in Brazil in 2003, the red gum lerp psyllid Glycaspis brimblecombei Moore (Hemiptera: Psyllidae) has been causing serious damages in eucalyptus trees, especially through defoliation, development of sooty mold and dieback. The use of resistant genotypes as a strategy to control this insect may be a valuable tool. In this study, the resistance of species Eucalyptus camaldulensis (VM e IPEF), E. grandis and E. urophylla and hybrids E. grandis x E. camaldulensis - gracam ‘HGC’ (3025 and 1277), E. urophylla x E. camaldulensis - urocam ‘HUC’ (VM-1), E. urophylla x E. grandis – urograndis ‘HUG’ (H-13, I-144, C-219 and GG-100) and E. grandis (EG-01, EG-02 and EG-03) on G. brimblecombei, through attractiveness, oviposition preference and feeding preference and/or antibiosis tests under laboratory and field conditions evaluated. Initially preliminary tests were carried out, using eucalyptus seedlings, in order to verify the occurrence of preimaginal conditioning, and also adjust the best density for adult infestation for attractiveness tests and the best position in the seedlings for the evaluation of oviposition preference. In laboratory conditions, that G. brimblecombei adults did not present preimaginal conditioning, despite the fact that the rearing host was a 3025 hybrid or E. camaldulensis IPEF. The densities of 10 and 15 psyllid adults per eucalyptus seedlings showed a higher number of eggs. The insects showed preference for the leaves close the apex for oviposition, being that the number of eggs decreased from the apex to the basis. In the choice test concerning attractiveness, genotypes E. grandis, E. urophylla, C-219 and H-13 were less attractive to psyllid, showing non-preference. In a choice test, the number of eggs oviposited in leaves of genotypes H-13, E. grandis and E. urophylla were lower when compared... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

PEREIRA, Jaqueline Magalhães. Resistência de genótipos de eucalipto ao psilídeo-de-concha Glycaspis brimblecombei Moore (Hemiptera: psyllidae). 2011. x, 88 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2011.

Itens relacionados