Efeito de Níveis de Cobertura do Solo Sobre O Manejo da Irrigação do Feijoeiro (phaseolus Vulgaris L.)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2002

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este trabalho teve por objetivo estudar os efeitos da cobertura do solo sobre o manejo da irrigação do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.). Os tratamentos constaram de diferentes níveis de cobertura morta com palhada de capim braquiária (Brachiaria decumbens), obedecendo delineamento experimental de blocos ao acaso com quatro repetições para os seguintes tratamentos: 0% (0 t/ha), 25% (2,25 t/ha), 50% (4,50 t/ha), 75% (6,75 t/ha) e 100% (9,0 t/ha). O experimento foi conduzido na Embrapa Arroz e Feijão, no município de Santo Antonio de Goiás, GO, a 16° 28’ 00” de latitude sul, 49° 17’00” de longitude oeste e 823 m de altitude, num Latossolo Vermelho escuro argiloso, durante o período de junho a setembro de 1997. O manejo da irrigação por microaspersão foi realizado utilizando tensiômetro e a curva característica de água no solo, irrigando toda vez que tensão matricial da água do solo atingia 30 kPa. A análise dos resultados mostrou diminuição do número de irrigações e aumento do turno de rega nos tratamentos onde a cobertura atingiu mais de 50% da superfície do solo. Os valores médios da tensão da água do solo nos tratamentos com 0,25 e 50% apresentaram maior variação (turno de rega menor). A cobertura do solo propiciou maior eficiência do uso da água. A produção de grãos foi avaliada não havendo diferença de produtividade entre os tratamentos de cobertura morta.

Resumo (inglês)

The aim of this study was to evaluate the effects of mulch on irrigation management of common bean (Phaseolus vulgaris L.). The randomized block design with four replications was applied on five mulch rates: 0% (0 t/ha), 25% (2,25 t/ha), 50% (4,5 t/ha), 75% (6,75 t/ha) and 100% (9,0 t/ha). The study was set up at the Experimental Station of Embrapa – CNAF, Santo Antonio de Goias, 16°2’ south, 49° 17’ west and 820 m altitude from June to September, 1997 in a Dark – Red Latosol soil. A microsprinkle irrigation system was used. The results showed: - bean yield was not affected by mulch treatments; - the irrigation number was decreased when mulch application was higher than 50%.

Descrição

Palavras-chave

Idioma

Português

Como citar

Irriga, v. 7, n. 1, 2002.

Itens relacionados

Financiadores