Fenotipagem de linhagens de soja em relação à qualidade fisiológica de sementes

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019-07-25

Orientador

Silva, Edvaldo Aparecido Amaral da

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Agricultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Programas de melhoramento têm permitido a expansão e adaptação da soja frente aos problemas bióticos e abióticos. Contudo, pouca ênfase é dada à seleção de características associadas à qualidade fisiológica e desempenho de sementes, pois estas determinam uma germinação rápida e uniforme, que garantem o estabelecimento de plântulas normais em campo, refletindo alta produtividade, além de conferir a viabilidade das sementes para o armazenamento (longevidade). Deste modo, objetivou-se avaliar à qualidade fisiológica de sementes de soja a partir de linhagens endogâmicas recombinantes (RILs), a fim de identificar materiais contrastantes quanto a qualidade fisiológica de sementes. Foram estudados os genótipos parentais IAC-100 e CD-215, respectivamente, suscetível ou não ao ataque de percevejo, e 166 RILs obtidas através do método “Single Seed Descent” (SSD). Inicialmente, os parentais e as RILs foram avaliados em relação a germinação, vigor e longevidade, para verificar se havia contrastes entre os materiais com relação a qualidade fisiológica de sementes, permitindo a seleção de materiais de alta qualidade fisiológica. Com bases nos resultados obtidos foi possível observar contrastes entre os materiais em relação a germinação, vigor e longevidade, permitindo a seleção de materiais com características superiores e inferiores. As linhagens selecionadas como superiores foram as 3, 24, 44, 76, 113, 141, 143, 153, 155 e 164, e as inferiores 12, 18, 28, 47, 97, 98, 105, 107, 109, 112 e 163.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados