Jogos e brincadeiras na transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental na visão das professoras

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-12-02

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho de conclusão de curso apresenta os jogos e as brincadeiras evidenciando-os na transição da Educação Infantil para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental de acordo com perspectivas docentes. Reconhecemos o brincar como parte do desenvolvimento infantil e do processo de escolarização, apresentando múltiplas facetas e potencialidades que podem fazer parte do trabalho pedagógico intencional e planejado, incluindo-o como componente curricular. Posto isto, nosso objetivo com esta pesquisa é conhecer e analisar as perspectivas de professoras do ciclo final da Educação Infantil e do ciclo inicial do Ensino Fundamental sobre a temática jogos e brincadeiras, para evidenciar suas práticas, concepções e possíveis alterações de tempos, espaços e tipos de jogos e brincadeiras que ocorrem nesta transição de ciclos. Ainda, quanto aos objetivos específicos, com as respostas coletadas durante as entrevistas com as professoras participantes, tivemos o objetivo de dispor indicadores de como a temática é percebida e desenvolvida pelas docentes em uma cidade do interior do Estado de São Paulo, problematizando suas práxis e pontuando coerências e possíveis defasagens. Para realizá-los, optamos por uma pesquisa de caráter qualitativo ao aplicar uma entrevista semiestruturada para algumas professoras que atuam no último ano de uma Escola Municipal de Educação Infantil e outras que atuam no primeiro ano de uma Escola Municipal de Ensino Fundamental I, ambas situadas em um município de pequeno porte localizado no interior do Estado de São Paulo. Para que a análise das respostas para verificar as concepções das educadoras fosse passível de estudos, de forma mais organizada e sistematizada, dividimos as questões em três grandes blocos que levam o nome de subseções: Conhecimento das docentes sobre as conceituações e o reconhecimento do brincar; As organizações dos trabalhos pedagógicos; A preparação da escola e a formação docente. Os resultados nos mostram que as percepções docentes sobre os jogos e brincadeiras são positivas e, de forma unânime, reconhecem a importância do brincar na escola, mas isso não faz com que o mesmo seja explorado de forma satisfatória. Portanto, torna-se necessário que reconheçamos o brincar como componente curricular, caracterizando-o como parte da escolarização em sua especificidade e completude com os outros componentes, garantindo uma educação de qualidade e de acesso à cientificidade, adequada às crianças e suas singularidades, e que as valorizem enquanto sujeitos com direitos de desenvolvimento e aprendizagem.
This course completion work presents games and activities, highlighting them in the transition from Early Childhood Education to the Early Years of Elementary School according to teaching perspectives. We recognize playing as part of child development and the schooling process, presenting multiple facets and potentialities that can be part of intentional and planned pedagogical work, including it as a curricular component. Having said that, our objective with this research is to know and analyze the perspectives of teachers in the final cycle of Early Childhood Education and the Early Years of Elementary School on the theme of games and games, to highlight their practices, conceptions and possible changes in times, spaces and types of games and games that occur in this transition of cycles. Furthermore, regarding the specific objectives, with the responses collected during the interviews with the participating teachers, we aimed to provide indicators of how the theme is perceived and developed by teachers in a city in the interior of the State of São Paulo, problematizing their praxis and highlighting coherences and possible gaps. To carry them out, we opted for a qualitative research by applying a semi-structured interview to some teachers who work in the last year of a Municipal School of Early Childhood Education and others who work in the first year of a Municipal School of Elementary Education I, both located in a small municipality located in the interior of the State of São Paulo. So that the analysis of the answers to verify the educators' conceptions could be studied in a more organized and systematized way, we divided the questions into three large blocks that are called subsections: Teachers' knowledge about the concepts and recognition of playing; Organizations of pedagogical work; School preparation and teacher training.The results show us that teachers' perceptions about games are positive and, unanimously, they recognize the importance of playing at school, but this does not mean that it is explored in a satisfactory way. Therefore, it is necessary for us to recognize playing as a curricular component, characterizing it as part of schooling in its specificity and completeness with the other components, guaranteeing quality education and access to scientificity, appropriate to children and their singularities, and that value them as subjects with rights to development and learning.

Descrição

Palavras-chave

Jogos, brincadeiras e brinquedos, Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Desenvolvimento infantil, Professoras, Games, pranks and toys, Early childhood education, Early years of elementary school, Child development, Teachers

Como citar

PAULINO, Maria Laura. Jogos e brincadeiras na transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental na visão das professoras. 2023. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia) - Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Bauru, 2023.