Efeitos das condições neuromotoras da paralisia cerebral no sentido háptico durante tarefas de controle postural

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-12-19

Orientador

Castro, Eliane Mauerberg de

Coorientador

Pós-graduação

Ciências da Motricidade - IBRC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Atypical motor development in cerebral palsy individuals causes several and complex motor disorders, including deficits in the postural control. An efficient postural control relies on muscle and joint functional activity, as well as on efficiency of sensory systems (the visual, vestibular and somatosensory). In addition, the haptic touch, a haptic subsystem of system is involved in the activities of manual manipulation, allowing the exploitation of the properties of the object and consequently the orientation and positioning of the body parts and body as a whole in space. Several studies emphasized the contribution of haptic input to postural control rising from the handling of rigid and non-rigid tools. The haptic use of non-rigid tools during postural control tasks is illustrated in the anchor system paradigm, proposed by MauerbergdeCastro (2004). In this paradigm, the maintenance of stability via haptic information is gathered during the handling of flexible cables attached to loads resting on the floor. Studies using this anchor system paradigm demonstrated its effectiveness in stabilizing posture in several groups: young adults, children, older individuals, and intellectually disabled. Therefore, the present study aimed to examine whether neuromotor impairment in postural control of cerebral palsy would be compensated by the integration of haptic information, anchor system, simultaneously achieving postural tasks. Twenty individuals with cerebral palsy (spastic hemiparetic, diparetic and ataxic) are required to stand on a force platform in the following conditions: 1) holding anchors with full vision, 2) holding anchors without vision, 3) without the anchors with full vision, 4) without the anchors and without vision. These conditions include two contact surfaces: direct contact with the force platform surface (estable) and foam padded surface placed on the force platform. Flexible cables of the anchor system were attached to load...

Resumo (português)

O desenvolvimento motor atípico observado na paralisia cerebral acarreta desordens motoras complexas e, entre tantas, um deficitário controle postural. O sucesso do controle postural depende de propriedades musculares, articulares e dos sistemas sensoriais como a visual, vestibular e somatossensorial. Além destes, o toque háptico, um subsistema do sistema háptico, está envolvido nas atividades de manipulação manual, possibilitando a exploração de propriedades de objetos e, consequentemente a orientação e posicionamento dos segmentos corporais e do corpo como um todo no espaço. Diversos estudos enfatizam as contribuições das aferências hápticas para o controle da postura vindas da exploração de ferramentas rígidas e não rígidas. Entre as ferramentas não rígidas temos o sistema âncora, proposto por Mauerberg-deCastro (2004), que visa manter a estabilidade via informação háptica por meio do manejo de um par de hastes flexíveis com cargas anexadas nas extremidades distais em contato com o chão. O uso do sistema âncora demonstrou sua utilidade ao sistema de controle postural em diversos grupos como: jovens adultos, crianças, idosos e deficientes intelectuais. Tendo isto em vista, o presente estudo se propôs analisar se a deficiência neuromotora no controle postural da paralisia cerebral seria compensada pela integração da informação háptica, sistema âncora, concomitante a tarefas posturais. Participaram do estudo vinte indivíduos com paralisia cerebral (espástica hemiparética, diparética e atáxica). Na tarefa experimental, os participantes permaneceram em postura ortostática sobre uma plataforma de força nas seguintes condições: 1) com as âncoras e com visão; 2) com âncoras e sem visão; 3) sem as âncoras e com visão; 4) sem as âncoras e sem visão. Para todas estas condições duas superfícies de contato para os pés foram utilizadas a própria superfície da plataforma de força (estável) e...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

COSTA, Thais Delamuta Ayres da. Efeitos das condições neuromotoras da paralisia cerebral no sentido háptico durante tarefas de controle postural. 2015. 62 f. Dissertação - (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2015.