Violência e construção da cidadania adolescente: diagnóstico e ações sociais comunitárias

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2003

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Introdução: Em pesquisa recentemente conduzida na cidade de Marília-SP, constatamos um crescimento substancial da participação do jovem na criminalidade. Enquanto em 1996, 58% dos criminosos tinham até 25 anos, em 2001, esse número aumentou para 71%. Sabemos que o empreendimento de políticas públicas pautadas na arte-educação, dirigidas ao segmento infanto-juvenil de risco é um importante fator de redução da criminalidade. Objetivos: Implementar estratégias educacionais alternativas com vistas ao trabalho de re-socialização de adolescentes que apresentavam uma instável assiduidade escolar, viviam nas ruas mendigando ou fazendo pequenos biscates e eram assistidos por um projeto municipal denominado “Casa do Pequeno Cidadão”, na expectativa de contribuir para atenuar a participação dos jovens na criminalidade. Métodos: Foram relizadas 12 sessões grupais e relizadas oficinas de música e fotografia, visando construir com os 20 participantes do projeto, de idades entre 12-16 anos, um espaço aberto ao debate sobre as causas da violência, à criação de músicas no estilo Rap e produção de ensaios fotográficos sobre o bairro onde viviam e a cidade de Marília. Resultados: Os resultados obtidos comprovam a eficácia dos procedimentos alternativos de re-socialização que levam em conta os interesses, habilidades artísticas e capacidades dos adolescentes participantes para ampliar a consciência perceptiva deles, com respeito aos fatores estruturais e culturais associados à violência e aumento da criminalidade na sociedade contemporânea.

Descrição

Palavras-chave

Como citar