Utilização da HPLC (High Pressure Liquid Chromatography) para identificação do elemento antibacteriano extraído via hexano de Aristolochia gigantea

Imagem de Miniatura

Data

2012

Autores

Paulo, Pedro Felipe de Morais [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A ciência, principalmente a área da Farmacologia, vem ao longo dos anos desenvolvendo medicamentos eficazes e seguros para o tratamento médico de infecções bacterianas e seu sucesso reduz cada vez mais as mortalidades causadas por estes e outros microrganismos. Logo, a busca por novos compostos moleculares para o uso terapêutico é de grande importância para ampliar a gama de substâncias eficientes, buscando-se também menos efeitos colaterais, que podem ser disponibilizadas no mercado. Visando encontrar estes novos componentes, recorre-se às informações presentes em diversas áreas, principalmente na Etnobotânica, ciência que explora, verifica e armazena o conhecimento popular adquirido pelo homem através da sua interação com as plantas, sobre suas propriedades benéficas ou não, e usos mais comuns. A família Aristolochiales é uma das mais significativas no Brasil, chega a possuir 475 espécies. Este trabalho busca caracterizar o(s) composto(s) bactericidas presentes em A. gigantea através de extrações em hexano e acetonitrila como solventes, utilizando a HPLC (Hight Pressure Liquid Chromatography) para obter novas informações mais detalhadas destes. Testes de antibiograma averiguaram a eficiência das amostras durante os expermetos para Escherichia coli e Staphylococcus aureus

Descrição

Palavras-chave

Bacteriologia, Cromatografia líquida de alta eficiência, Analise cromatografica, Antibioticos, Acetonitrila

Como citar

PAULO, Pedro Felipe de Morais. Utilização da HPLC (High Pressure Liquid Chromatography) para identificação do elemento antibacteriano extraído via hexano de Aristolochia gigantea. 2012. 47 f. Trabalho de conclusão de curso (licenciatura e bacharelado - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2012.