Mapeando a distribuição da renda no espaço intra-urbano de Presidente Prudente/SP

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2003

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Introdução: O acesso à renda, em que pese não ser o único determinante na produção de processos de exclusão/inclusão social, é um fator determinante para sua caracterização. Ao conhecer o perfil da distribuição da renda, seja no conjunto do município de Presidente Prudente, seja no nível de seus setores censitários é possível aprofundar a análise do Mapa da Exclusão/Inclusão de Presidente Prudente/SP. Assim, este projeto de extensão faz parte de um projeto maior intitulado SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA TOMADA DE DECISÕES MUNICIPAIS, financiado pela FAPESP atrvés do Programa de Políticas Públicas. Este projeto pretende conceber e modelar um Sistema de Informação que dê suporte ao planejamento e à tomada de decisões, visando responder às demandas sociais locais e a necessidade de capacitar agentes formuladores de políticas públicas. Objetivos: Montar banco de dados censitários sobre os rendimentos das unidades familiares e dos chefes de família (por classes de renda) de Presidente Prudente, por setor censitário; Analisar estatisticamente tais dados e mapea-los (MapInfo®); Divulgar os resultados, apresentando-os em workshops, reuniões e seminários a setores/agentes responsáveis pela formulação de políticas públicas locais. Método: Trabalhar com os dados relacionados à variável rendimento (classes de renda, caracterização dos chefes de família, índice de Gini e sua correspondente distribuição espacial). Tais informações deverão integrar o conjunto de indicadores que permitirão a análise das diferentes áreas urbanas e a reelaboração do Mapa da Exclusão/Inclusão social da cidade de Presidente Prudente. Este material subsidiará ações em políticas públicas tanto para a administração municipal quanto para segmentos e organizações sociais que necessitam, a cada momento, de informações confiáveis e seguras sobre onde, como e com quais instrumentos atuar. Resultados: Ressalte-se as experiências anteriores bem-sucedidas no caso de estudos que resultaram na delimitação e mapeamento das áreas de exclusão social da cidade de Presidente Prudente em 1997 e em 2000. Os mapas produzidos constituem-se, hoje, em instrumentos para a formulação de políticas públicas tanto para a Prefeitura Municipal como para entidades e movimentos sociais. Além disto, o convênio em andamento entre UNESP e IBGE, deverá disponibilizar os dados do Censo de 2000, organizados por setor censitário, o que se constituirá em importante fonte de pesquisa para outras cidades médias.

Descrição

Palavras-chave

Como citar