Water quality and survival rate of Rhamdia quelen fry subjected to simulated transportation at different stock densities and temperatures

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-06-11

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Transportation of live fish is routinely done in aquaculture; therefore, the aim of this study was to analyze the water quality and survival rate of Rhamdia quelen fry (2.55±0.44 g) following 4, 8 and 12h of simulated transportation, at stock densities of 30 and 60 fry 5 L-1 and temperatures 15, 20 and 25oC. Dissolved oxygen, pH, electrical conductivity, total ammonia, nitrite, nitrate, turbidity, total alkalinity and survival were analyzed. Temperature and time had a significant influence on ammonia, pH, electrical conductivity, and dissolved oxygen levels, and fish died after 12 hours of transportation simulation when kept at 20 and 25ºC. The density directly affected the water quality parameters, such as the increase in electrical conductivity and turbidity, and decrease in dissolved oxygen and pH at the density of 60 fish 5 L-1. In conclusion, the transportation of R. quelen fry should be carried out at temperatures between 15 and 25°C, for periods of less than 12 hours, and at stock density of up to 6 fish per liter of water so as not to impair the homeostasis of the fry, and consequently, their survival.

Resumo (português)

O transporte de peixes vivos é uma prática comum na aquicultura. Por isso, o objetivo do presente trabalho foi analisar a qualidade de água e sobrevivência de alevinos Rhamdia quelen (2,55±0,44 g) seguindo 4, 8 e 12h de transporte simulado, em densidades de 30 e 60 peixes 5 L-1 e em temperaturas de 15, 20 e 25oC. Foram analisados: oxigênio dissolvido, pH, condutividade elétrica, amônia, nitrito, nitrato, turbidez, alcalinidade e sobrevivência. A temperatura e o tempo tiveram influência significativa nos níveis de amônia, pH, condutividade elétrica e oxigênio, e verificou-se mortalidades após 12 horas de simulação de transporte nos peixes mantidos a 20 e 25ºC. A densidade influenciou diretamente nos parâmetros de qualidade de água, tais como o aumento da condutividade elétrica e turbidez e a diminuição de oxigênio dissolvido e pH na densidade de 60 peixes 5 L-1. Em conclusão, recomenda-se o transporte de alevinos de R. quelen em temperaturas entre 15 e 25°C, em períodos inferiores a 12 horas. E a densidade de seis peixes por litro de água não compromete a homeostase dos alevinos, e consequentemente sua sobrevivência.

Descrição

Idioma

Inglês

Como citar

Acta Scientiarum. Animal Sciences. Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM, v. 40, p. -, 2018.

Itens relacionados

Financiadores