Clones de Eucalyptus sp. submetidos a estresse hídrico em dois tipos de solo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-06-12

Orientador

Klar, Antônio Evaldo

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Plant development is related, among other factors, to the availability of water in the soil, as well as their ability to adapt and respond to water deficits. The objective of this study was to assess the possible effects of drought stress on the growth, and on some morphological and physiological aspects of four distinct genetic materials of Eucalyptus sp. in two types of soil, sandy loam and clay. The experiment was conducted in pots at a greenhouse in the Department of Forestry Sciences, Faculty of Agricultural Sciences, UNESP, Botucatu, from February to April of 2014. The minimal potentials of water in the soil: No stress (SE) = -10 kPa; and Stressed (CE) = -1500 kPa, were used to define the water management employed. The replacement of water evapotranspired was determined by weighing the pots, and tensiometers were also used for more effective irrigation control in the SE treatment. The four clones used were: AEC-144, AEC-1528, COP 1407 and VM01 (clones 1, 2, 3 and 4 respectively), all materials were commercially produced and planted in national territory. The aspects of the plants that were evaluated at 0, 25, 50 and 75 days after planting were: height of aerial parts, stem diameter, leaf area, number of leaves, total dry mass, stomatal resistance, leaf water potential and relative content of leaf water. The test consisted of a double factorial 2x4 (two levels of water x four genetic material) and soil types analyzed separately. The results, in both soil types, indicate an influence of water management treatments in the aspects evaluated. At the last evaluation, 75 days after implantation, for the sandy ...

Resumo (português)

O desenvolvimento das plantas está relacionado, dentre outros fatores, com a disponibilidade de água no solo, assim como sua capacidade de adaptação e resposta a déficits hídricos. O intuito deste estudo foi analisar e mensurar os possíveis efeitos do estresse hídrico no crescimento e em algumas características morfofisiológicas de quatro materiais genéticos distintos de Eucalyptus sp. em dois tipos de solos, franco arenoso e argiloso. O experimento foi conduzido em vasos, em casa de vegetação, no Departamento de Ciência Florestal, Faculdade de Ciências Agronômicas, UNESP, campus de Botucatu, no período de fevereiro a abril de 2014. Os potenciais mínimos de água no solo: Sem estresse (SE) = -10 kPa; e com estresse (CE) = -1.500 kPa, fundamentaram a definição do manejo hídrico utilizado. A reposição da água evapotranspirada ocorreu por pesagem dos vasos, sendo que no nível SE, tensiômetros também foram utilizados para um controle mais efetivo da quantidade de água no solo. Os quatro clones utilizados foram: AEC-144, AEC-1528, COP 1407 e VM01 (clones 1,2,3 e 4 respectivamente), sendo todos materiais comercialmente produzidos e plantados em território nacional. As avaliações das plantas aos 0, 25, 50 e 75 dias após o plantio foram: altura da parte aérea, diâmetro do colo, área foliar, número de folhas, massa seca total, resistência estomática, potencial de água na folha e teor relativo de água na folha. O ensaio constituiu-se de um fatorial duplo 2x4 (dois níveis de água x quatro materiais genéticos), sendo os tipos de solo analisados separadamente. Os resultados indicaram influência dos tratamentos de manejo hídrico nas características avaliadas, para ambos os tipos de solo. Na última avaliação, aos 75 dias após implantação, para o solo franco arenoso, o clone 2 apresentou, estatisticamente, valores maiores que os demais em área foliar ...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

LIMA, Kaio Baron de. Clones de Eucalyptus sp. submetidos a estresse hídrico em dois tipos de solo. 2015. xi, 55 f. Dissertação (mestrado) - Unidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2015.

Itens relacionados

Financiadores