O impacto da formação do reservatório da UHE Porto Primavera (Engenheiro Sérgio Motta) na área do Sítio Arqueológico Tiziu no alto do Rio Paraná – SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-03-25

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O avanço tecnológico atribuído à Guerra Fria e a disseminação da Globalização, com o neoliberalismo econômico, nos anos de 1970, causou uma demanda maior por energia elétrica. Assim, o setor elétrico brasileiro investiu na construção de muitas hidrelétricas a partir deste período. A UHE Porto Primavera (Engenheiro Sérgio Motta) teve sua construção iniciada no ano de 1980, embora tenha entrado em funcionamento somente em 1999. Os impactos causados pela formação do reservatório da usina hidrelétrica atingiram comunidades ribeirinhas, a fauna, a flora, as comunidades de povos originários e, também, os sítios arqueológicos de grupos que viveram na região atingida, no Alto Paraná. Esta pesquisa estuda os impactos causados pela inundação do reservatório nos sítios arqueológicos que foram submersos, em especial, o Sítio Arqueológico Tiziu. Este sítio está localizado próximo à Lagoa São Paulo, à margem esquerda do Rio Paraná, onde foram encontrados diversos artefatos submersos, de duas ocupações de comunidades pretéritas, em tempos diferentes. Essa pesquisa busca compreender a qual ou a quais etnias pertenciam esses objetos e relacionar a cultura com os tipos de artefatos produzidos e a matéria-prima utilizada, além de avaliar os impactos causados na área deste com a instalação da UHE Porto Primavera (Engenheiro Sérgio Motta).
The technological advancement attributed to the Cold War and the spread of Globalization, with economic neoliberalism, in the 1970s, caused a greater demand for electricity. Thus, the Brazilian electricity sector invested in the construction of many hydroelectric plants from this period onwards. Construction of the Porto Primavera HPP (Engineer Sérgio Motta) began in 1980, although it only started operating in 1999. The impacts caused by the formation of the reservoir of this hydroelectric power plant reached riverside communities, fauna, flora, communities of original peoples, and also the archaeological sites of groups that lived in the affected region, in Alto Paraná. This research studies the impacts caused by the flooding of the reservoir on the archaeological sites that were submerged, in particular, the Tiziu Archaeological Site. This site is located near Lagoa São Paulo, on the left bank of the Paraná River, where several submerged artifacts were found, from two occupations of past communities, at different times. This research seeks to understand to which ethnic groups these objects belonged and relate culture to the types of artifacts produced and the raw material used, in addition to assessing the impacts caused in this area with the installation of the UHE Porto Primavera (Engineer Sérgio Motta).

Descrição

Palavras-chave

Pontal do Paranapanema, Ocupação humana, Impactos sociais, Hidrelétrica Porto Primavera, Reservatório, Human occupation, Social impacts, Porto Primavera Hydroelectric Plant (Engineer Sérgio Motta), Reservoir

Como citar

LIMA, Solange. O impacto da formação do reservatório da UHE Porto Primavera (Engenheiro Sérgio Motta) na área do Sítio Arqueológico Tiziu no alto do Rio Paraná – SP. Orientadora: Neide Barrocá Faccio. 2023. 162 f. Dissertação (Mestrado profissional em Geografia) - Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2023.