Macronutrient accumulation and partioning in fertigated sweet pepper plants

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004-02-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A demanda de nutrientes em cada etapa do crescimento de uma planta é uma informação essencial para que se possa aplicar os nutrientes de forma mais eficiente. Com objetivo de determinar a marcha de absorção e a partição de macronutrientes em plantas de pimentão cultivar Elisa foi conduzido um experimento em vasos de 29 dm³ contendo um Latossolo Vermelho aluminoférrico sob condições de cultivo protegido em Botucatu, SP em delineamento experimental em blocos ao acaso com quatro repetições. A fertirrigação foi simulada utilizando garrafas (2 L) com uma mangueira e um controlador de vazão na extremidade.Foram coletadas quatro plantas por repetição, em oito épocas (0, 20, 40, 60, 80, 100, 120, e 140 dias após o transplantio das mudas DAT). O período de maior extração de nutrientes pela planta ocorreu de 120 aos 140 DAT coincidindo com o maior acúmulo de fitomassa seca. O maior acúmulo de Mg e Ca ocorreu nas folhas, enquanto, N, K, S e o P foram mais acumulados nos frutos. Apenas 8 a 13% da quantidade total dos macronutrientes acumulados em 140 DAT foram absorvidos até os 60 DAT. Dos 61 aos 100 DAT o K foi o macronutriente mais absorvido (60% do total acumulado no ciclo); P, Ca e S foram mais absorvidos no final do ciclo. Os macronutrientes mais absorvidos foram, em g por planta: N (6,6) > K (6,4) > Ca (2,6) > Mg (1,3) > S (1,1) > P (0,7).

Resumo (inglês)

Information on nutrient demand during each growth stage is essential for efficient application of nutrients. A pot experiment was carried out with a Typic Hapludox under greenhouse conditions in Botucatu, SP, Brazil, aiming was to determine nutrient uptake and partition of sweet pepper plants, cultivar Elisa in randomized block design with four replications. The fertigation was simulated through 2-L PET bottles (neck down with a tube and a flow regulator at the end, simulating a drip irrigation system). Four plants per replication were collected at eight growth stages (0, 20, 40, 60, 80, 100, 120 and 140 days after the seedling transplant - DAT). The period of largest extraction of nutrients for the plant occurred from 120 to 140 DAT, which coincides with the highest accumulation of dry phytomass. The highest Mg and Ca accumulation occurred in the leaves, while N, K, S and P were mostly accumulated in the fruits. Only 8 to 13% of the total amount of the accumulated macronutrientes at 140 DAT were absorbed up to the 60th DAT. Between the 61st and 100th DAT, K was the most absorbed macronutrient (60% of the macronutrients accumulated during the whole cycle). P, Ca and S were the most absorbed nutrients at the end of the cycle. Considering rates (g per plant), the most absorbed macronutrients were: N (6.6) > K (6.4) > Ca (2.6) > Mg (1.3) > S (1.1) > P (0.7).

Descrição

Idioma

Inglês

Como citar

Scientia Agricola. São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, v. 61, n. 1, p. 62-68, 2004.

Itens relacionados