EFEITO DA VAPORIZAÇÃO DE TORAS NA REDUÇÃO DOS DEFEITOS ASSOCIADOS A TENSÕES DE CRESCIMENTO DE Eucalyptus grandis

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Santa Maria

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The present study was carried out to evaluate log steaming effect on the reduction of defects associated with residual growth stress of Eucalyptus grandis wood. There were used logs with diameter of 20 to <25, 25 to <30 and 30 to <35 cm, from the Horto Florestal, Manduri, São Paulo. Half of the logs was steamed during 20 hours at 90ºC of temperature and 100% of relative humidity. Subsequently, the logs were live sawn and the defects resulting from the growth stresses in logs of various diameter were measured. The results indicate that log steaming provided the release of a great part of the growth stresses, without eliminating them completely, showing, nevertheless, that this treatment is feasible and advisable for growth stress relief; the boards coming from heated logs of 20 to <25 cm presented, in general, larger defect reduction, showing that the smaller the log diameter the higher the efficiency of steam treatment at 90ºC of temperature during 20 hours.

Resumo (português)

O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito da vaporização de toras na redução de defeitos associados com as tensões de crescimento residuais em Eucalyptus grandis. Para, tanto foram utilizadas toras com diâmetros de 20 a <25 cm, de 25 a <30 cm e de 30 a <35 cm, procedentes do Horto Florestal de Mandurí, SP. Metade do número de toras foi vaporizada a 90ºC de temperatura e 100% de umidade relativa durante 20 horas. Posteriormente, as toras foram desdobradas pelo sistema de corte tangencial e realizadas medições dos defeitos decorrentes das tensões de crescimento em toras de diferentes classes de diâmetro. Os resultados evidenciam que: a vaporização das toras proporcionou a liberação de grande parte das tensões de crescimento, sem contudo eliminá-las por completo, mostrando que esse tratamento é tecnicamente viável e recomendável para a liberação das tensões de crescimento; as tábuas provenientes de toras vaporizadas de 20 a <25 cm de diâmetro apresentaram, em geral, maiores reduções nos índices de defeitos, mostrando que quanto menor foi o diâmetro das toras maior foi a eficiência do tratamento de aplicação de vapor a 90ºC de temperatura durante 20 horas.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Ciência Florestal. Universidade Federal de Santa Maria, v. 15, n. 4, p. 431-440, 2005.

Itens relacionados

Financiadores