Estimativas de efeitos genéticos e ambientais para características de carcaça mediadas pelo ultra-som em bovinos da raça nelore

Imagem de Miniatura

Data

2005-07-22

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi estudar os fatores genéticos e ambientais que afetam as características de carcaça, área de olho de lombo (AOL), espessura de gordura subcutânea (EG), e espessura de gordura subcutânea na garupa (EGP8), quantificadas por meio do ultra-som em bovinos da raça Nelore. Além disso, verificar as possíveis associações genéticas entre as características de carcaça, e dessas com peso, circunferência escrotal, padronizados aos 120 (P120), 210 (P210), 365 (P365 e CE365), 450 (P450 e CE450) e 550 (P550 e CE550) dias de idade e altura do posterior (ALT). O banco de dados foi composto por cerca de 22.778 animais machos e fêmeas, dos quais, aproximadamente 2.590 continham medidas de características de carcaça e ALT coletadas entre os anos de 2002 e 2004, com idades entre 450 e 599 dias, provenientes de dez fazendas de seis estados brasileiros. Para o estudo dos efeitos de ambiente sobre as características de carcaça, foi utilizada a metodologia dos quadrados mínimos, empregando-se modelos fixos, considerando os efeitos de fazenda, ano (AN) e estação de nascimento, sexo, manejo alimentar, e as covariáveis idade da vaca ao parto (IVP - efeitos linear e quadrático) e idade do animal (efeitos linear e quadrático para a AOL e linear para a EG e EGP8). Os parâmetros genéticos foram estimados em análises uni, bi e tri-caracteres utilizando máxima verossimilhança restrita. Todos os fatores de ambiente afetaram significativamente as características de carcaça, com exceção do AN que não influenciou EG e EGP8 e da IVP que não afetou AOL, de forma significativa. As estimativas de herdabilidade para AOL, EG e EGP8 foram de 0,29 ± 0,07, 0,50 ± 0,09 e 0,39 ± 0,08, respectivamente. Esses resultados indicam que as características de carcaça possuem alta variabilidade genética, podendo ser incluídas em programas de melhoramento genético...
The objective of this work was to study the genetic and environmental factors that affect carcass traits, longissimus muscle area (ULMA) backfat thickness (UBF) and rump fat thickness (URF) quantified using real-time ultrasound in Nellore cattle. Besides verifying the possible genetic associations among those traits and of those with weight and scrotal circumference standardized to 102 (W120), 210 (W210), 365 (W365 and SC365), 450 (W450 and SC450), and 550 (W550 and SC550) days of age and hip height (HH) on scan date. The data set was composed close to 22,778 male and female animals, of which, approximately 2,590 contained measures of carcass traits and HH collected between 2002 and 2004, with ages between 450 and 599 days and distributed on ten farms across six Brazilian states. The Least Squares methods was used to study the effect of environment on carcass traits, using a fixed model, considering farm, year and season of birth (YB and SB), sex and type of feed, besides the covariates, age of dam (AOD - linear and quadratic effects) and age of animal at measurement (linear and quadratic effects for ULMA and linear for UBF and URF). The genetic parameters were estimated in one, two and three-traits analyses, using restricted maximum likelihood. All environmental factors significantly affected carcass traits, with the exception of YB for UBF and URF and AOD for ULMA. The heritability estimates for ULMA, UBF and URF were respectively 0.29 ± 0.07, 0.50 ± 0.09 and 0.39 ± 0.08. These estimates indicate that carcass traits have high genetic variability, might be include beef improvement programs and should respond on individual selection quickly. The genetic correlations suggest that genetic progress may be achieved without producing antagonistic effects on weight and scrotal circumference. The selection for HH would likely produce animals that are late-maturing, in terms of carcass fat deposition.

Descrição

Palavras-chave

Carne - Carcaça, Altura do posterior, Área de olho de lombo, Correlação genética, Herdabilidade, Peso padronizado, Genetic correlation, Heritability, Hip height, Longissimus muscle area, Rump fat thickness, Standardized-weight

Como citar

YOKOO, Marcos Jun Iti. Estimativas de efeitos genéticos e ambientais para características de carcaça mediadas pelo ultra-som em bovinos da raça nelore. 2005. xi, 89 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2005.