Citocinas pró-inflamatórias em cães com doença renal crônica em síndrome urêmica submetidos à hemodiálise intermitente com e sem bypass

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-08-16

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A hemodiálise intermitente (HDI) tornou-se uma terapia viável e acessível no manejo de cães que apresentam nefropatias agudas e crônicas. No entanto, a avaliação de citocinas pró-inflamatórias, potencialmente derivadas dessa terapia, permanece pouco elucidada. Objetivou-se avaliar a dinâmica das citocinas pró-inflamatórias (IL-1β, IL-6 e TFN-α) em cães doentes renais crônicos em síndrome urêmica submetidos a abordagens distintas de HDI (com e sem bypass). Oito cães com doença renal crônica (DRC) em síndrome urêmica foram selecionados e alocados em dois grupos: HDI sem bypass (GHSB) e HDI com bypass (GHCB). Quatro cães saudáveis compuseram o grupo controle (GC). Avaliações laboratoriais foram realizadas previamente, durante e após a primeira sessão de HDI. Análises comparativas entre cada grupo e momento de avaliação foram aplicadas, assim como, comparação global das citocinas (mediana de todos os resultados obtidos) entre os grupos. Não houve alterações significativas das citocinas estudadas entre os momentos de avaliação dos grupos de cães submetidos à HDI. A concentração de IL-1β foi maior após a sessão no GHSB em comparação com o GC. A comparação da concentração global revelou concentração mais alta de IL-1β e do TNF-α nos grupos com DRC quando comparado com o GC, sendo que o GHSB também apresentou valor mais alto da IL-6. Concentrações mais altas de IL-1β e IL-6 também foram observadas no GHSB em comparação com o GHCB. Os animais submetidos à HDI, independente do grupo, apresentaram menor valor de ureia e creatinina após o procedimento, assim como, melhora da condição de acidemia. Os dados relacionados à sessão demonstraram que ambas as abordagens foram eficazes e seguras. Em conclusão, uma única sessão de HDI, sem ou com bypass, não incrementou as concentrações de citocinas pró-inflamatórias em cães com doença renal crônica, no entanto, contribuiu para a manutenção do estado inflamatório, além disso, cães submetidos à HDI sem bypass demostraram concentrações maiores das citocinas estudadas.
Intermittent hemodialysis (IH) has become a viable and accessible therapy for dogs with acute and chronic nephropathies. However, evaluating pro-inflammatory cytokines, potentially derived from this therapy, remains unclear. The objective was to evaluate the dynamics of pro-inflammatory cytokines (IL-1β, IL-6, and TFN-α) in dogs with chronic kidney disease in uremic syndrome submitted to different IH approaches (with and without bypass). Eight dogs with chronic kidney disease in uremic syndrome were selected and allocated into two groups: IH without bypass (IH group) and IH with bypass (IH + bypass group). Four healthy dogs made up the control group (CG). Laboratory evaluations were performed before, during, and after the first IH session. Comparative analyses between each group and evaluation moment were applied, as well as a global comparison of cytokines (median of all results obtained) between groups. There were no significant alterations in the studied cytokines between the evaluation moments of the groups of dogs submitted to IH. The IL-1β concentration was higher after the session in the IH group compared to the CG. The comparison of the global concentration revealed a higher concentration of IL-1β and TNF-α in the CKD groups when compared to the CG, and the IH group also had a higher IL-6 value. Higher concentrations of IL-1β and IL-6 were also observed in IH group compared to IH + bypass group. The animals submitted to IH, regardless of the group, had lower urea and creatinine levels after the procedure, as well as improved acidemia. Session-related data demonstrated that both approaches were effective and safe. In conclusion, a single session of IH, with or without bypass, did not increase the concentrations of pro-inflammatory cytokines in dogs with chronic kidney disease, however, it contributed to the maintenance of the inflammatory state, in addition, dogs submitted to IH without bypass demonstrated higher concentrations of the studied cytokines.

Descrição

Palavras-chave

Cães, Citocinas, Disfunção renal, Hemodiálise, Inflamação, Dogs, Cytokines, Hemodialysis, Inflammation

Como citar