Interações intraguilda e toxicidade a agrotóxicos a Neoseiulus californicus (McGregor) e Agistemus brasiliensis Matioli, Ueckermann & Oliveira no controle de Brevipalpus phoenicis (Geijskes) em citros

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-01-20

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O Brasil é considerado o maior produtor e exportador citros. Embora competitiva, a citricultura brasileira é bastante vulnerável, em função da constante ameaça de pragas e doenças que, podem, em determinadas circunstâncias, tornaremse fatores limitantes a produção. Dentre as pragas de importância econômica para a citricultura, o ácaro Brevipalpus phoenicis (Geijskes) é apontado como uma das principais, sendo responsável por uma parcela significativa do custo da produção de citros no Brasil, devido à necessidade de freqüentes aplicações de acaricidas para o seu controle. Dentre os agentes de controle biológico, os ácaros das famílias Phytoseiidae e Stigmaeidae são os de maior importância. Os ácaros dessas famílias coexistem em diversas culturas, e freqüentemente promovem o controle biológico de ácaros-praga e interagem entre si através de competição por presas ou pela predação interespecífica. Assim sendo, o objetivo da pesquisa foi conhecer as possíveis interações entre os membros das diferentes espécies de ácaros presentes em pomares cítricos do Estado de São Paulo, além de avaliar o efeito de agrotóxicos sobre ácaros predadores (Phytoseiidae e Stigmaeidae) encontrados em citros, e estudar a viabilidade de uso de Neoseiulus californicus (McGregor) para o controle de B. phoenicis na cultura. Um dos possíveis problemas relacionados à liberação de ácaros predadores visando ao controle de ácaros-praga seria o fato de que estes inimigos naturais poderiam ser mortos devido à aplicação de agrotóxicos. A introdução de populações de fitoseídeos tolerantes ou resistentes a produtos químicos em agroecossistemas citrícolas, possibilitaria a manutenção de um ambiente favorável ao controle biológico exercido pelos predadores, mesmo diante da aplicação de agrotóxicos, sem o efeito negativo sobre a mortalidade...
Brazil is considered the world's largest citrus grower and orange juice exporter. Although it is competitive, the Brazilian citriculture is vulnerable, in function of constant threats from pests and diseases, which, in certain circumstances, may become limiting factors to the production. Among the pests of economic importance, the mite Brevipalpus phoenicis (Geijskes) is considered one of the main pests, responsible for a significant portion of citrus production cost in Brazil, because of the necessity of frequent acaricide applications for its control. Among the biological control agents, the mites of the families Phytoseiidae and Stigmaeidae are the most important. The mites of these families coexist on several crops, and frequently promote the biological control of pest mites and interact with each other through the competition for prey or by interspecific predation. Therefore, the objective of this research was to understand the possible interactions among members of different mite species present in citrus orchards in the State of São Paulo, as well as to evaluate the effect of pesticides on the predaceous mites found on citrus; and to study the viability of the use of Neoseiulus californicus (McGregor) for the control of B. phoenicis on this crop. One of the possible problems related to predaceous mite releases aiming at the control of pest mites is the fact that these natural enemies can be killed by the applications of pesticides. The introduction of populations of phytoseiid mites which are resistant or tolerant to pesticides in citrus agroecosystems may contribute to keep a favorable environment for the biological control exerted by the predators, even in conditions of pesticide applications, without the negative effect on the mortality of these natural enemies. A strain of N. californicus, collected from a strawberry field in Atibaia County, State of São Paulo, has shown... Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Citrus, Biological control, Frutas citricas - Doenças e pragas, Ácaro - Controle biológico, Phytoseiidae, Stigmaeidae

Como citar

SILVA, Marcos Zatti da. Interações intraguilda e toxicidade a agrotóxicos a Neoseiulus californicus (McGregor) e Agistemus brasiliensis Matioli, Ueckermann & Oliveira no controle de Brevipalpus phoenicis (Geijskes) em citros. 2009. xviii, 120 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2009.