Avaliação de risco de lesão por pressão em pacientes críticos: comparação entre escalas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-12-15

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Introdução: As lesões por pressão são um evento adverso que causam grande impacto à hospitalização. O paciente crítico em unidade de terapia intensiva apresenta maior risco de desenvolvimento destas lesões, em razão da sua condição clínica-patológica de alta complexidade. Devido a isto foram desenvolvidas escalas para avaliação do risco de desenvolvimento de lesões por pressão em pacientes críticos, entre elas a CALCULATE e a escala EVARUCI. Objetivo: Avaliar a capacidade preditiva das escalas EVARUCI e CALCULATE para desenvolvimento de lesão por pressão em pacientes críticos adultos hospitalizados em Unidade de Terapia Intensiva. Metodologia: Estudo de coorte prospectivo. As escalas EVARUCI e CALCULATE adaptadas para língua portuguesa do Brasil foram aplicadas nos pacientes adultos internados nas unidades de terapia intensiva após 24h de internação até desenvolvimento de lesão por pressão, alta, óbito ou 21 dias consecutivos de aplicação. Sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo, valor preditivo negativo, acurácia e seus correspondentes intervalos de confiança de 95% (IC 95%) foram calculados. A validade preditiva das escalas, foi avaliada por meio da curva ROC (Receiver Operator Character) e cálculo da área sob a curva (AUC). Resultados: No período de coleta de março a agosto de 2022 foram incluídos 150 pacientes, 50,7% destes eram do sexo masculino, com idade média 58 anos (DP 16,1), 91,3% da cor branca. Houve o desenvolvimento de 51 lesões por pressão em 40 participantes, levando uma taxa de ocorrência de 26,7%. Houve 1635 avaliações com cada instrumento, com média de 10,9 avaliações por participante. A CALCULATE apresentou sensibilidade de 67,5% (IC95% 62,3 – 72,3) e especificidade de 52,4% (49,7 – 55,1). A EVARUCI apresentou sensibilidade de 86,9% (IC95% 82,8 – 90,1) e especificidade de 40,1% (IC95% 37,5 – 42,8). Portanto a escala EVARUCI apresentou maior sensibilidade que a CALCULATE, com significância estatística. Entretanto a CALCULATE apresentou maior especificidade, também com significância estatística. A CALCULATE e a EVARUCI tiveram o mesmo valor de AUC de 0,64 (IC95% 0,61 - 0,67), evidenciando a mesma validade preditiva. Conclusão: A CALCULATE e EVARUCI apresentaram acurácias semelhantes para predizer o risco de lesão por pressão nos pacientes críticos adultos. Entretanto a EVARUCI apresentou maior sensibilidade em relação a ferramenta CALCULATE, mostrando ser o instrumento de triagem mais adequado, pois identifica maior número de pacientes em risco para desenvolver lesão por pressão.
Introduction: Pressure injuries are an adverse event that have a great impact on hospitalization. Critical patients in the intensive care unit are at greater risk of developing these lesions, due to their highly complex clinical-pathological condition. Because of this, scales were developed to assess the risk of developing pressure injuries in critically ill patients, including the CALCULATE and the EVARUCI scale. Objective: To evaluate the predictive capacity of the EVARUCI and CALCULATE scales for the development of pressure injuries in adult critically ill patients hospitalized in the Intensive Care Unit. Methodology: Prospective cohort study. The EVARUCI and CALCULATE scales adapted for Brazilian Portuguese were applied to adult patients hospitalized in intensive care units after 24 hours of hospitalization until the development of pressure ulcers, discharge, death or 21 consecutive days of application. Sensitivity, specificity, positive predictive value, negative predictive value, accuracy and their corresponding 95% confidence intervals (95% CI) were calculated. The predictive validity of the scales was assessed using the ROC curve (Receiver Operator Character) and calculation of the area under the curve (AUC). Results: From March to August 2022, 150 patients were included, 50.7% of whom were male, mean age 58 years (SD 16.1), 91.3% white. There were 51 development of pressure injury in 40 participants, leading to an occurrence rate of 26.7%. There were 1635 assessments with each instrument, with an average of 10.9 assessments per participant. CALCULATE had a sensitivity of 67.5% (95%CI 62.3 – 72.3) and a specificity of 52.4% (49.7 – 55.1). EVARUCI had a sensitivity of 86.9% (95%CI 82.8 – 90.1) and specificity of 40.1% (95%CI 37.5 – 42.8). Therefore, the EVARUCI scale showed greater sensitivity than CALCULATE, with statistical significance. However, CALCULATE showed greater specificity, also with statistical significance. CALCULATE and EVARUCI had the same AUC value of 0.64 (95%CI 0.61 - 0.67), evidencing the same predictive validity. Conclusion: CALCULATE and EVARUCI showed similar accuracies for predicting the risk of pressure injuries in adult critically ill patients. However, EVARUCI showed greater sensitivity compared to the CALCULATE tool, proving to be the most appropriate screening tool, as it identifies a greater number of patients at risk of developing pressure ulcers.

Descrição

Palavras-chave

Escalas, Enfermagem de cuidados críticos, Estudos de comparação, Lesão por pressão

Como citar