Dilatação cística do úraco e uroperitônio em touros: relato de cinco casos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-12-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária

Resumo

Descrevem-se os aspectos clínicos da dilatação cística do úraco e uroperitônio em cinco touros. Os animais apresentaram, em datas distintas, distensão abdominal e diminuição da ingestão de alimentos e água, até culminar com inapetência, cerca de duas semanas após o aparecimento dos primeiros sintomas. Ocorreu distensão abdominal bilateral progressiva, que, no início do processo, era discreta e restrita ao quadrante inferior do abdômen; com cerca de duas semanas de evolução, o abdômen assumiu forma arredondada semelhante à pera. Observou-se bruxismo, atonia ruminal e desidratação. A abdominocentese revelou a presença de líquido amarelado com concentração de ureia superior a 200mg/dL. A concentração de ureia no soro sanguíneo variou de 220 a 280mg/dL e a creatinina de 65 a 82mg/dL. A ligadura do divertículo do úraco próximo ao vértex da bexiga foi eficaz nos quatro touros operados
The clinical findings and outcomes in five bulls with a perforation or rupture of the urachal diverticulum are described. All the bulls had a dilated round or pear-shaped abdomen, bruxism, ruminal atony, and dehidration. In all the bulls, abdominocentesis yielded a stream fluid and the serum concentrations of urea and creatinine were 220 to 280mg/dL and 65 to 82mg/dL, respectively. Peritoneal fluid concentration of urea was higher than 200mg/dL. In fours bulls, urachal diverticulums were closed next to the cranial pole of the bladders. After the surgery, the recovery was effective

Descrição

Palavras-chave

bovino, úraco, dilatação cística, uroperitônio, cattle, urachus, cystic dilatation, uroperitoneum

Como citar

Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária, v. 62, n. 6, p. 1320-1324, 2010.

Coleções