Bioquímica sérica e dosagem sérica de ferro em tucano-toco (Ramphastos toco) (Statius Muller, 1776)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2024-02-28

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Toucans (Ramphastos; Piciformes) are Neotropical birds globally recognized for the distinctive shape of their bills, which are typically large and colorful. However, various characteristics, such as a frugivorous diet and diverse fauna associated with better iron absorption efficiency, make hemochromatosis, or iron storage disease (ISD), one of the most commonly encountered conditions in the species. ISD is characterized by the accumulation of iron granules in hepatocytes, compromising liver function and leading to chronic and progressive hepatopathy, potentially resulting in sudden death. Unfortunately, the in vivo diagnosis of this disease in birds is still limited and challenging due to the nonspecific manifestation of signs. This study conducted a survey regarding biochemical variables, including serum iron, in toco toucans (Ramphastos toco) under human care. Blood samples from 13 individuals were used. The serum iron values ranged from 21 to 264.3 mcg/dL, along with values for 13 other serum biochemistry parameters. It is expected that the data obtained in this study can contribute to diagnostic elucidation and understanding of the physiological behavior of iron in this species in captivity, besides contributing to the development of a more specific reference range.
Tucanos (Ramphastos; Piciformes) são aves neotropicais mundialmente reconhecidas pelo formato característico de seus bicos, sendo normalmente grandes e coloridos. Todavia, diversas particularidades, como uma dieta frugívora e faunística diversa associada a uma melhor eficiência na absorção de ferro, fazem com que a hemocromatose, ou doença do acúmulo de ferro (DAF), seja uma das afecções mais comumente encontradas na espécie. A DAF é caracterizada pelo acúmulo de ferro em grânulos nos hepatócitos, comprometendo a função hepática, gerando quadros crônicos e progressivos de hepatopatia, podendo culminar na morte súbita. Infelizmente, o diagnóstico in vivo dessa doença em aves ainda é limitado e de difícil realização, tendo em vista a manifestação inespecífica de sinais. Com o objetivo de contribuir para elucidação diagnóstica e comportamento fisiológico do ferro nessa espécie em cativeiro, foi realizado um levantamento a respeito das variáveis bioquímicas, incluindo o ferro sérico, de tucanos-toco (Ramphastos toco) sob cuidados humanos. Foram utilizadas amostras sanguíneas de 13 indivíduos, obtendo-se valores de ferro sérico entre 21 e 264,3 mcg/dL, além de valores para outros 13 parâmetros do exame de bioquímica sérica. Espera-se que os dados obtidos nesse trabalho possam auxiliar para elucidação diagnóstica e comportamento fisiológico do ferro nessa espécie em cativeiro, além de contribuir para o desenvolvimento de um intervalo de referência mais específico.

Descrição

Palavras-chave

Hemocromatose, Piciformes, Doença do acúmulo de ferro, Aves

Como citar