A poesia de malagueta, perus e bacanaço

Imagem de Miniatura

Data

2006-03-24

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A partir do fenômeno da hibridização dos gêneros no texto literário moderno, abre-se a possibilidade de se investigar a poesia das narrativas de Malagueta, Perus e Bacanaço. Nesse processo crítico analisamos a realidade da obra como um fato de linguagem, que se realiza na confluência entre poesia e narrativa. Essa forma estética produz uma rarefação dos elementos narrativos em favor de um eu lírico, cuja poesia se concretiza no modo como a linguagem do texto organiza os elementos sonoros, rítmicos e imagéticos, além de apontar para o mundo. Este trabalho, portanto, se organiza em três momentos: no primeiro capítulo fazemos uma metacrítica a partir de um panorama do projeto literário de João Antônio, do qual destacamos o trabalho poético de Malagueta, Perus e Bacanaço; no segundo momento, os apontamentos de Adorno, Bosi, Octavio Paz, Bakhtin, Eliot, João Luís Lafetá, entre outros, sobre lírica e sociedade, servem de base para a verificação de como se processa essa relação na obra; por fim, com intuito de mostrar como se configura a poesia das narrativas joãoantonianas, fazemos a análise estilística destas. Dessa forma, olhar essa obra sob tal perspectiva é ampliar o trabalho estético de João Antônio, destacando os recursos utilizados por ele, nas narrativas poéticas, para argamassar dialeticamente lírica e sociedade.
Considering the phenomena of crossbreeding of the modern literay texts, it has been created a possible investigation of the poetry inside the novel, Malagueta, Perus e Bacanaço. In this critic process it is analysed the reality of this masterpiece as a fact of language that has created between poetry and narrative. This aesthetic format produces rare narratives elements in favor of the self lyric, whose poetry is showed in a way through the language of the text and how it organizes the sounds, the rhythm and the image elements and spread them to the world. Therefore, this work is organized in three steps: in the first chapter we make a critique of the complete literary work of João Antônio, then we detach the poetic work Malagueta, Perus e Bacanaço; in the second one, we quote Adorno, Bosi, Bakhtin, Eliot, João Luis Lafetá, among others about lyric and society, because they support the analyses towards to this relation; Finally, aiming to show how the poetry in Joao Antonio's narrative is exposed we analyze the style. Having the opportunity to look at this work with this point of view broadens the aesthetic work of João Antônio, highlighting the sources used by him to cement his work dialectic with the lyric and society.

Descrição

Palavras-chave

Antônio, João, 1937-1996 - Crítica e interpretação, Literatura brasileira - História e crítica, Estilo, Malagueta, Perus e Bacanaço, Lirical novel, Lyric and society, Language

Como citar

PEREIRA, Jane Christina. A poesia de malagueta, perus e bacanaço. 2006. 226 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2006.