Doenças do pimentão em regiões produtoras do Equador: identificação e manejo da pata seca e ocorrência de viroses

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-08-07

Orientador

Maringoni, Antonio Carlos

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Sweet pepper (Capsicum annuum L.) has high economic and social importance for Ecuador. Several factors have contributed to the low productivity of this crop in the country and among them there are the diseases of different etiologies. Little information on the occurrence of diseases in this culture is available to the Ecuadorian conditions. This study was carried out survey of the occurrence of the disease pata seca and viruses in sweet pepper in commercial plantations, during the years 2013 and 2014; the identification of the agent (s) causal (es) of pata seca; evaluations of the effectiveness of spray application of pesticides (copper sulfate + fosetyl aluminum, iprodione + chlorothalonil; Trichoderma harzianum + T. koingii) in field conditions in controlling the disease in hybrid Nathalie and Quetzal and in vitro sensitivity ( s) pathogen (s) of the disease to fungicides (tebuconazole, benomyl, chlorothalonil, fosetyl aluminum, iprodione, metalaxyl + propanocarb and tebuconazole). The pata seca was found in a 79.2% of the properties, with an incidence of 5% to 53.6%, as in the viruses were detected in 62.5% of the properties, with an incidence of 9.6% to 61.2%. The fungus Sclerotium rolfsii and Fusarium spp. were isolated more frequently plants with symptoms of pata seca. However, S. rolfsii was more virulent, being considered the main causative agent of the disease pata seca. There was no difference of pesticides applied in the base of the plants, the incidence of pata seca in the two trial carried out in the field. The application of iprodione + chlorothalonil provided a larger amount of fruits in the two ...

Resumo (português)

A cultura do pimentão (Capsicum annuum L.) tem elevada importância econômica e social para o Equador. Vários fatores têm contribuído para a baixa produtividade dessa cultura no país e dentre eles destacam-se as doenças de diversas etiologias. Poucas informações sobre a ocorrência de doenças nessa cultura estão disponíveis nas para as condições equatorianas. Neste trabalho foi realizado levantamento da ocorrência da doença pata seca e de viroses na cultura do pimentão, em plantios comerciais, durante anos de 2013 e 2014; a identificação dos agente(s) causal(ais) da pata seca; avaliações do eficácia da pulverização da aplicação de produtos fitossanitários (sulfato de cobre + fosetil alumínio; iprodione + clorotalonil; Trichoderma harzianum + T. koingii) em condições de campo, no controle da doença nos híbridos Nathalie e Quetzal e a sensibilidade in vitro do(s) patógeno(s) dessa doença a fungicidas (tebuconazole, benomil, clorotalonil, fosetil alumínio, iprodione, metalaxil + propanocarb e tebuconazole). A pata seca foi constatada em um 79,2% das propriedades, com incidência entre 5% a 53,6%, em quanto as viroses, foram detectada em 62,5% das propriedades, com incidência entre 9,6% a 61,2%. Os fungos S. clerotium rolfsii e Fusarium spp. foram isolados com maior freqüência das plantas com sintomas de pata seca. Entretanto, S.rolfsii foi mais virulento, sendo considerado o principal agente causal da doença pata seca. Não foi observada diferença dos produtos fitossanitários, aplicados no colo das plantas, na incidência de pata seca, nos dois ensaios realizados em campo. A aplicação de iprodione + clorotalonil propiciou uma maior quantidade de frutos comerciais nos dois ensaios e uma maior produção em um dos ensaios. Os Isolados de S. rolfsii apresentaram maior sensibilidade aos fungicidas tebuconazole, benomil e iprodione, ...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

QUILAMBAQUI JARA, Miguel Angel. Doenças do pimentão em regiões produtoras do Equador: identificação e manejo da pata seca e ocorrência de viroses. 2015. vi, 51 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2015.

Itens relacionados

Financiadores