Considerações sobre o transtorno depressivo no trabalho

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-06

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

This article aims at commenting on depressive episodes or disorders related to work encouraging reflection on the theme and making it easier to understand. In a brief way it discourses about some of the conditions in the work context which may favor the occurence of depressive episodes in workers who experience such conditions. The proposed objectives were achieved by examining the relevant literature and by making use preferably of both national and international primary as well as secondary sources, in the period from 1984 to 2008. We believe that, as soon as we have a better discernment of the work activities, we will be able to understand the workers' subjective experiences. As a result, more concrete possibilities to make them objective will emerge making the complex relationship between mental health and work easier to understand. This relationship, if dealt in a multi-professional manner, will show it is possible to work without harming health. Thus, it relies on the form and the conditions of this work organization. It is part of the organizations duties to review not only the labor dysfunctional environmental and organizational conditions, but also their managerial models, making those practices which promote the health of their workers feasible.

Resumo (português)

O presente artigo teve por objetivo tecer considerações sobre os transtornos ou episódios depressivos relacionados ao trabalho, visando fomentar reflexões e facilitar uma maior compreensão sobre a temática. O texto também discorre brevemente sobre algumas condições do contexto de trabalho que podem favorecer o surgimento de episódios depressivos em trabalhadores que estão expostos a tais condições. Para o cumprimento dos objetivos propostos, recorremos à literatura pertinente ao assunto, utilizando, preferencialmente, fontes primárias e secundárias, tanto nacionais quanto internacionais, considerando-se o período de 1984-2008. Consideramos que, à medida que conhecermos melhor as atividades de trabalho, haverá como compreender as vivências subjetivas dos trabalhadores e, dessa forma, surgirão possibilidades mais concretas de torná-las objetivas, facilitando o entendimento da complexa relação saúde mental e trabalho. Essa relação, se tratada de maneira multiprofissional, mostrará que é possível trabalhar sem que isso traga prejuízos para a saúde do homem, dependendo, portanto, da forma e das condições da organização desse trabalho. Cabe às organizações reverem não apenas as condições ambientais e organizacionais disfuncionais do trabalho, mas, sobretudo, seus modelos de gestão, viabilizando práticas que favoreçam a saúde de seus membros.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Saúde Ocupacional. São Paulo, SP, Brazil: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO, v. 34, n. 119, p. 79-87, 2009.

Itens relacionados

Financiadores