Avaliação do ler e do escrever de surdos pela língua brasileira de sinais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The use of Brazilian Sign Language (BSL) in the education of deaf people is guaranteed by Brazilian laws, but its adoption in educational policies requires an adjustment in terms of stimulus and response modalities. This study aimed at characterizing reading and writing performances of four deaf students who are BSL users and are in early literacy phases. The assessment was performed through selection tasks – signaling and writing – using an evaluation and teaching procedure that is usually adopted with hearing children. The results replicated data that has been documented in hearing children: performance was satisfactory in copying and identity matching tasks among pictures and graphic stimulus; performance was lower in reading and dictation tasks. Data show that investment targets regarding reading and writing teaching conditions programming require adjustments that are more related to the communication modality than to the teaching procedures.

Resumo (espanhol)

El uso de la Lengua de Signos Brasileña (Libras) en la educación de los sordos está garantizado por ley, pero su adopción en las políticas educativas requiere un ajuste en las modalidades de estímulo y de respuesta adoptadas. Este estudio tuvo como objetivo caracterizar el desempeño de lectura y escritura de cuatro alumnos sordos, usuarios de Libras en fase de alfabetización. La evaluación fue realizada mediante tareas de selección, se- ñalización y escritura, por un procedimiento de evaluación y de enseñanza generalmente adoptado con los niños oyentes. Los resultados replicaron los datos observados con los ni- ños oyentes: satisfactorio para las relaciones de copia y discriminación de identidad entre figuras y estímulos gráficos; dificultades en las relaciones de lectura y de dictado. Los datos evidencian que las metas de inversión para la programación de condiciones para la enseñanza de lectura y escritura en aprendices sordos requieren más ajustes en relación al modo de comunicación que en los procedimientos de enseñanza.

Resumo (português)

A utilização da Língua Brasileira de Sinais (Libras) na educação dos surdos é assegurada por lei, mas sua adoção em políticas educacionais requer uma adequação nas modalidades de estímulo e de resposta adotadas. Esse estudo buscou caracterizar o desempenho do ler e do escrever em quatro alunos surdos, usuários de Libras em fase de alfabetização. A avaliação ocorreu por meio de tarefas de seleção, sinalização e escrita, por um procedimento de avaliação e de ensino usualmente adotado com crianças ouvintes. Os resultados replicaram dados observados com crianças ouvintes: satisfatório para as relações de cópia e discriminação de identidade entre figuras e estímulos gráficos; dificuldades nas relações de leitura e ditado. Os dados evidenciam que os alvos de investimento para a programação de condições de ensino do ler e do escrever em aprendizes surdos requerem adequações mais em relação à modalidade da comunicação do que em procedimentos de ensino.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista de Psicologia: Teoria e Prática, v. 14, n. 2, p. 15-27, 2012.

Itens relacionados

Financiadores