Plasticidade anatômica da folha de taro cultivado sob diferentes condições de sombreamento

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-12-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Instituto Agronômico de Campinas

Resumo

O cultivo consorciado pode levar ao sombreamento de uma das culturas acarretando alterações morfológicas externas e internas e na produtividade da cultura sombreada. O taro [Colocasia esculenta (L.) Schott], é uma Araceae de ciclo cultural longo, o que dificulta seu cultivo em propriedades com limitação de área. A associação do taro com outras culturas é uma opção para situações dessa natureza; todavia, definir o nível de tolerância das plantas de taro ao sombreamento é de fundamental importância para se planejar seu cultivo no sistema de consórcio. O trabalho teve como objetivo avaliar as alterações anatômicas quantitativas em folhas e rizomas de taro 'Japonês', cultivadas sob intensidades de sombreamento de 0%, 18%, 30% e 50%, visando obter subsídios para entender a redução de produtividade quando consorciada com espécies de maior porte. O aumento do sombreamento promoveu mudanças na proporção de células e tecidos, como redução da espessura da folha, do parênquima paliçádico e do aerênquima e da densidade de estômatos. Pode-se concluir que o taro possui plasticidade anatômica da lâmina foliar quando submetido a diferentes intensidades de sombreamento, o que provavelmente interfere na sua capacidade fotossintética e na redistribuição de fotoassimilados nos órgãos vegetativos.
The intercropping system can cause shading of one associated crop, leading to morphological, anatomical and yield changes in the shaded crop. The taro [Colocasia esculenta (L.) Schott] crop, is a long cicle Araceae species, that is difficult for cultivated in small properties. The association of taro plants with other crops is an option in these situations. However defining the tolerance level of taro plants to shading is an important point to design the associated system. The aim of this work was to evaluate quantitative anatomical characteristics in taro 'Japonês' leaves and rhyzomes. In order to understand the yield decrease in intercropping with other taller species taro plants were grown under 0%, 18%, 30% and 50% of shading. The increase on shadding induced changes in cells and tissues proportion, such as a reduction on leaf thickness, palisade parenchyma and aerenchyma thickness and on stomata density. It is concluded that taro plants show leaf anatomical plasticity under different shade levels, what probabily changes the photosynthetic capacity and photosynthate distribution in vegetative organs.

Descrição

Palavras-chave

Colocasia esculenta, quantitative anatomy, light level, Starch, Colocasia esculenta, anatomia quantitativa, nível de luz, Amido

Como citar

Bragantia. Instituto Agronômico de Campinas, v. 67, n. 4, p. 1037-1045, 2008.