Avaliação de aditivos em dietas de frangos de corte

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-12-04

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar diferentes aditivos sobre o desempenho, digestibilidade ileal, características de carcaça e morfometria intestinal. A adição da combinação enzimática (fitase + complexo amilase, protease e xilanase) em dietas com os níveis nutricionais reduzidos promoveu incrementos positivos no desempenho, digestibilidade dos nutrientes e energia digestível das aves. A suplementação de betaína natural promoveu resultados positivos nas aves submetidas ao estresse por calor no final da criação. Não houve efeito para rendimento de carcaça/partes, no entanto, na morfometria intestinal, foi observada maior altura de vilos para aves suplementadas com betaína natural de acordo com o programa brasileiro aos 25 dias de idade. A adição de diferentes fontes comerciais de mananoligossacarídeos (MOS) em dietas de frangos de corte mostrou índices de conversão alimentar similares das aves com antibiótico. Além disso, houve melhora na profundidade de cripta no jejuno e incremento da altura de vilos na região do íleo, somente para as aves alimentadas com a fonte de MOS 2. As fontes comerciais de mananoligossacarídeos mostraram potencial para serem usadas como aditivos alternativos aos promotores de crescimento nas dietas de frangos de corte. Foram efetuados 3 ensaios para a avaliação de probióticos e óleos essenciais em dietas de frangos de corte. No 1º ensaio, as aves alimentadas com óleo essencial 300 ppm apresentaram melhores resultados de CA e GP, já no 2º ensaio as aves alimentadas com probiótico BC-30 apresentaram menor CR. No 3º ensaio, onde as aves foram inoculadas após os 14 dias, o grupo não medicado e não infectado apresentaram melhor desempenho em relação às aves não medicadas e infectadas. A adição de probióticos e óleos essenciais apresentaram melhora no desempenho das aves. As informações obtidas neste estudo sob os efeitos dos...
The studies were conducted to evaluated different additives on the performance, nutrients digestibility, carcass/parts yield and intestinal morphology. The supplementation of phytase and amylase, protease and xylanase in diets with reductions of nutrients promoved increase on the performance and nutrients digestibility (dry matter, protein, digestible energy). Supplementation of betaine promoted positive birds submitted to heat stress at 1 to 45 days of age. There was not effect of carcass/parts yield. Already in intestinal morphology, showed the increase height of villus at brasilian program in 25 days of age. Different commercial source of MOS were evaluated in broilers diets. Dietary inclusions of MOS-1 and antibiotic promoted significant positive effects on feed conversion and PEF compared to the control group. The sources of MOS improved depth of crypt in jejunum, but just the birds fed MOS 2 had an increase in height of villis in ileum. MOS could be used as an alternative to antibiotic growth promoters for broilers. Three assays were done to evaluate the effect of probiotic and essential oil on broiler performance. During the first experiment broilers fed essential oil 300ppm showed better body weight and feed convertion ration. In the second experiment, the birds fed probiotic BC-30 diets showed lower feed intake. The third experiment after infection broilers from Unmedicated Uninfected control showed the best live performance. Treatments supplemented with either probiotics or essential oils improved live performance. Those results may be help to make a decision on the choice of alternative to growth promoter in broiler chicken nutrition

Descrição

Palavras-chave

Frango de corte - Nutrição, Rações - Aditivos, Frango de corte - Desempenho, Digestibilidade, Saúde intestinal, additives, Digestibility, Intestinal health, Nutrition

Como citar

BARBOSA, Nei André Arruda. Avaliação de aditivos em dietas de frangos de corte. 2009. xii, 166 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2009.