Avaliação de medicações intracanal de hidróxido de cálcio e clorexidina associada à N-acetilcisteína sobre micro-organismos presentes em infecções endodônticas primárias

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-07-04

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este estudo clínico randomizado avaliou em dentes com necrose pulpar e periodontite apical (PA) a atividade antimicrobiana de protocolos de tratamento utilizando diferentes medicações intracanal. Para isso, 22 dentes permanentes unirradiculares de pacientes com infecção endodôntica primária e PA foram selecionados e preparados utilizando instrumento de lima única reciprocante e irrigação com hipoclorito de sódio 2,5%. Após a instrumentação os canais foram preenchidos por 14 dias com as medicações intracanal a serem avaliadas: hidróxido de cálcio (Ca(OH)2)+solução salina (n=11); e clorexidina (CHX)+N-Acetilcisteína (NAC) (n=11). Amostras microbiológicas foram coletadas dos canais após abertura coronária (S1), após preparo biomecânico (S2) e após medicação intracanal para posterior análise da atividade antimicrobiana por cultura microbiologia. Os dados obtidos foram submetidos aos testes estatísticos de normalidade de Kolmogorov-Smirnov e Lilliefors, Kruskal-Wallis e Dunn, e Friedman e Dunn. A medicação intracanal de hidróxido de cálcio reduziu significativamente a contagem de micro-organismos de S1 para S3, enquanto que a medicação de NAC associada a CHX não apresentou diferença estatística para as mesmas coletas. Portanto o hidróxido de cálcio apresentou melhores resultados como medicação intracanal, contudo mais análises se fazem necessárias para buscar os efeitos destas medicações sobre micro-organismos.
This randomized clinical trial evaluated in teeth with pulp necrosis and apical periodontitis (PA) the antimicrobial activity of treatment protocols using different intracanal medications. For this, 22 teeth of patients with primary endodontic infection and PA were selected and prepared using a single reciprocating file and irrigation with 2.5% sodium hypochlorite. After instrumentation, the channels were filled for 14 days with intracanal medications to be evaluated: calcium hydroxide (Ca(OH)2) + saline (n = 11); and chlorhexidine (CHX) + N-acetylcysteine (NAC) (n = 11). Microbiological samples were collected from the channels after coronary opening (S1), after biomechanical preparation (S2) and after intracanal medication for further analysis of antimicrobial activity by microbiological culture. The data obtained were subjected to statistical analysis Kolmogorov-Smirnov and Lilliefors, Kruskal-Wallis and Dunn, and Friedman and Dunn Statiscal tests of normality. Intracanal medication of calcium hydroxide significantly reduced the count of microorganisms from S1 to S3, while NAC medication associated with CHX showed no statistical difference for the same collections. Therefore, calcium hydroxide showed better results as an intracanal medication, however more analysis are needed to look for the effects of these medications on microorganisms.

Descrição

Palavras-chave

Periodontite apical, Endotoxina, NAC, Hidróxido de Cálcio, Clorexidina, apical periodontitis, endotoxin, calcium hydroxide, chlorhexidine

Como citar