Tradição Discursiva, variedade linguística e ensino: uma abordagem da heterogeneidade da escrita

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019-04-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho, vinculado ao GPEL (Grupo de Pesquisas sobre a Linguagem-CNPq), propõe um estudo da TD complexa carta e das tradições de falar/escrever que a constituem, focalizando suas relações com questões referentes à oralidade/fala e letramento/escrita, enquanto fatos linguísticos – fala e escrita – e práticas sociais – oralidade e letramento, conforme Corrêa (1997a). O corpus foi constituído a partir de duas trocas de cartas entre alunos de 6o. anos do Ensino Fundamental de duas escolas diferentes, em contexto urbano e rural, totalizando 71 cartas. Neste trabalho, a metodologia de análise conjuga as abordagens qualitativa e quantitativa dos traços característicos das TDs focalizadas, com base em Kabatek (2005a), considerando que o conceito de TD abarca todos os enunciados com finalidades comunicativas, desde um simples “oi” até os mais complexos. Assim, são descritas e analisadas, também, as TDs que constituem a TD complexa carta, ou conforme Lopes-Damasio (2014), as mesclas de TDs, nos textos produzidos em contextos urbano e rural. Além disso, buscam-se evidências acerca do papel do uso da escrita, no contexto da TD investigada, a partir da observação da imagem de escrita desenvolvida pelos escreventes, mediante a relação entre o oral/falado e letrado/escrito, orientada pelos três eixos metodológicos: eixo da gênese da escrita, eixo do código institucionalizado e o eixo da relação com o já falado/ouvido e o já escrito/lido, em consonância com a heterogeneidade da escrita, proposta por Corrêa (1997a). Dessa forma, constatou-se, a partir de uma comparação entre os dados descritos e analisado de cada um dos contextos (urbano e rural) que: (i) os resultados dessa análise quantitativa-qualitativa sinalizam a aquisição da TD carta, tanto em contexto urbano quanto rural; (ii) as marcas linguísticas mostram distinções quanto à circulação dos escreventes do contexto urbano e rural no que tange à (sua) imagem de escrita institucionalizada, relacionada à aquisição e ao desenvolvimento da (sua) escrita. Essa constatação permite um novo olhar para as produções escritas em sala de aula, contribuindo para que sejam pensadas estratégias para um ensino de uma escrita que, embora heterogênea, possa aproximar-se dos modelos formais e institucionais.
This work, linked to GPEL (CNPq Language Research Group), proposes a study of the TD complex letter and the traditions of speaking / writing that constitute it, focusing its relations with questions related to oral / speaking and literacy / writing, while linguistic facts - speech and writing - and social practices - orality and literacy, according to Corrêa (1997a). The corpus was constituted from two exchanges of letters between students of 6o. years of elementary school in two different schools, in urban and rural contexts, totaling 71 letters. In this work, the analysis methodology combines the qualitative and quantitative approaches of the characteristic traits of the focused TDs, based on Kabatek (2005a), considering that the concept of TD encompasses all statements with communicative purposes, from a simple "hi" to the more complex. Thus, the TDs that constitute the TD complex letter, or according to Lopes-Damasio (2014), the TD mixtures, in the texts produced in urban and rural contexts are also described and analyzed. In addition, evidence is sought about the role of writing in the context of investigated TD, based on the observation of the writing image developed by the clerks, through the relationship between oral / spoken and literate / written, guided by the three axes (1997a). In this paper, we present the results of the study of the writing process, which is the axis of the institutionalized code and the axis of the relationship with the already spoken / heard. In this way, it was found, from a comparison between the data described and analyzed from each of the contexts (urban and rural), that: (i) the results of this quantitative-qualitative analysis signal the acquisition of the TD letter, both in context urban and rural; (ii) linguistic marks show distinctions regarding the circulation of clerks from the urban and rural context in relation to their (their) institutionalized writing image, related to the acquisition and development of their writing. This finding allows a new look at the productions written in the classroom, contributing to the idea of strategies for a teaching of a writing that, although heterogeneous, can approach the formal and institutional models.

Descrição

Palavras-chave

Tradições Discursivas, TD carta, Heterogeneidade da escrita, Variedades urbana e rural

Como citar