Interações competitivas de triticale (Triticum turgidosecale) e nabiça (Raphanus raphanistrum) em função da população e proporção de plantas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-03-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Resumo

Este trabalho foi realizado com o objetivo de quantificar as interações competitivas e os índices de competitividade entre plantas de triticale e nabiça. A metodologia utilizada foi a de um experimento em monocultura, que variou de 25 a 500 plantas m-2 para determinar o valor a partir do qual a produção se torna independente do aumento da densidade para cada espécie, e um experimento substitutivo, com população total de 300 plantas m-2 e sete proporções de nabiça: triticale (0:300, 50:250, 100:200, 150:150, 200:100, 250:50 e 300:0), sendo conduzidos em delineamento experimental de blocos casualizados, com cinco repetições. Os resultados foram analisados pelo método convencional de análise de experimentos substitutivos e pelo método da produção recíproca total e por planta. Os índices calculados, a partir da massa seca das plantas, indicaram o triticale como competidor superior à nabiça.
This work aimed to quantify the competitive interactions and competitive indexes between triticale and radish. The methodology applied consisted of a monoculture experiment that varied from 25 to 500 plants m-2 to determine the value at which the production became independent from density increase for each species and a replacement series experiment with a total density of 300 plants m-2 and seven proportions of radish: triticale (0:300, 50:250, 100:200, 150:150, 200:100, 250:50 and 300:0), in a completely randomized block design with five replications. The results were analyzed through conventional replacement series analysis, using reciprocal total yield and per plant. Replacement series indexes calculated from dry weight data indicated triticale as competitively superior to jointed charlock.

Descrição

Palavras-chave

replacement series experiment, interspecific competition, Intraspecific competition, competition index, experimento substitutivo, competição interespecífica, competição interespecífica, índices de competição

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 29, n. 1, p. 129-135, 2011.