Incidence of Campylobacter in pigs with and without diarrhea

Resumo

Um total de 200 suínos (1 - 21 semanas de idade), originários de cinco criações localizadas no Estado de São Paulo, Brasil foi dividido em dois grupos de 100 animais caracterizando-se o grupo G1 de animais com diarréia e G2, sem diarréia. Campylobacter foi isolado em 43% das amostras provenientes de G1 e 34% de G2. O microrganismo foi mais frequentemente encontrado em leitões na faixa de 0 a 4 semanas de idade. Campylobacter coli foi a espécie mais comumente observada em G1 (44,2%) e em G2 (32,4%), seguido por Campylobacter jejuni/ coli com 16,3% em G1 e 23,5% em G2. As contagens de Campylobacter foram significativamente maiores (p < 0,01) em G1 ( £ 108 UFC/g) do que em G2 (£ 104 UFC/g), fato que sugere que o microrganismo pode, pelo menos, atuar no agravamento do processo diarréico.
Two hundred pigs (1- 21 weeks old), from five piggeries in São Paulo State, Brazil, were divided in two groups of 100 animals each, G1 with diarrhea and G2 without diarrhea. Campylobacter was recovered from 43% of G1 and 34% of G2 specimens, and was more frequently recovered from 0-4 week old piglets. C. coli was the most common species (44.2% in G1 and 32.4% in G2), followed by C. jejuni/coli (16.3% in G1 and 23.5% in G2). Campylobacter counts were significantly higher in G1 (£ 108 UFC/g) than in G2 (£ 104 UFC/g) (p < 0.01), which suggests that the bacterium may play a role at least in the aggravation of the diarrheic process.

Descrição

Palavras-chave

Campylobacter, diarréia, suínos, Campylobacter, diarrhea, pigs

Como citar

Revista de Microbiologia. Sociedade Brasileira de Microbiologia, v. 30, n. 1, p. 19-21, 1999.