Implantação e avaliação de um subconjunto terminológico da CIPE® para transtornos mentais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019-08-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Introdução: A construção de subconjuntos terminológicos permite aos enfermeiros integrarem mais facilmente a Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem® na prática clínica, utilizando-os como instrumentos que favorecerão o registro e a qualidade do cuidado em saúde mental. Objetivos: Implantar e avaliar um Subconjunto Terminológico da CIPE® para o Cuidado a Pessoas Portadoras de Transtornos Mentais em unidades de saúde mental dos municípios de Lins e Cafelândia/SP. Método: Trata-se de um estudo descritivo-exploratório. Foi conduzida a implantação e avaliação do subconjunto terminológico da CIPE® para o cuidado a pessoas portadoras de transtornos mentais, construído em estudo prévio, nos serviços de saúde mental dos municípios de Lins e Cafelândia/SP. Na implantação foi realizada uma oficina com 19 enfermeiros atuantes nos serviços, todos foram capacitados para utilizar o subconjunto terminológico. Participaram da avaliação em uso nove enfermeiros, que realizaram registros de diagnósticos e intervenções de enfermagem por um período de três meses. A avaliação qualitativa se deu por meio do grupo focal, participaram desta etapa 5 enfermeiros. Resultados: Na avaliação em uso, dos 135 diagnósticos do subconjunto, 58 (43%) títulos foram utilizados, e das 256 intervenções, 173 (67%) títulos foram registrados. Foi sugerida a revisão de quatro diagnósticos e a inclusão de cinco novos diagnósticos. Nove intervenções de enfermagem foram sugeridas para inclusão no subconjunto e a revisão de duas intervenções. Na avaliação qualitativa, emergiram três categorias das falas dos enfermeiros: Dificuldades na utilização do subconjunto terminológico, Facilidades/ pontos positivos no levantamento de diagnósticos com a CIPE® e Há necessidade de ter um instrumento para o Processo de Enfermagem e a Consulta de Enfermagem? Conclusão: O subconjunto terminológico foi implantado nos municípios estudados e obteve resultados favoráveis na avaliação, com a continuidade de uso nos serviços mesmo após o término da coleta de dados. A partir disso, foi construído um e-book, disponível na biblioteca virtual do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, com o propósito de compartilhar o processo de implantação e avaliação do subconjunto terminológico, a fim de auxiliar outras instituições no processo de incorporação de terminologias.
Introduction: The construction of terminological subsets allows nurses to integrate International Classification for Nursing Practice, more easily into clinical practice, using them as instruments that favor the registration and quality of mental health care. Objectives: Implement and evaluate a CIPE® Terminology Subset for the Care of Persons with Mental Disorders in mental health units in the municipalities of Lins and Cafelândia/SP. Method: This is a descriptive-exploratory study. The implantation and evaluation of the terminological subset of ICNP® for mental disorders, constructed in a previous study, in the mental health services in the municipalities of Lins and Cafelândia/SP was conducted. In the implantation, a workshop was carried out with 19 nurses working in the services; all were trained to use the terminological subset. Nine nurses participated in the use evaluation, which carried out diagnostic and nursing interventions records for a period of three months. Qualitative evaluation was done through the focus group; five nurses participated in this stage. Results: In the evaluation in use, of the 135 diagnoses of the subset, 58 (43%) titles were used, and of the 256 interventions, 173 (67%) titles were registered. It was suggested to review four diagnoses and to include five new diagnoses. Nine nursing interventions were suggested for inclusion in the subset and the review of two interventions. In the qualitative evaluation, three categories of nurses' speeches emerged: Difficulties in the use of the terminological subset, Facilities/positive points in the diagnosis of CIPE® and Is there a need for an instrument for the Nursing Process and the Nursing Consultation? Conclusion: The terminological subset was implanted in the studied municipalities and obtained favorable results in the evaluation, with the continuity of use in the services even after the end of the data collection. From this, an e-book, available in the virtual library of the Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, was created with the objective of sharing the process of implementation and evaluation of the terminological subset, to assist other institutions in the process of incorporating terminologies.

Descrição

Palavras-chave

Diagnóstico de enfermagem, Processo de enfermagem, Transtornos mentais, Terminologia padronizada em enfermagem, Nursing diagnosis, Nursing process, Mental disorders

Como citar