Efeito da fibra dietética e do exercício físico resistido na doença hepática gordurosa

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-02-24

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A Doença Hepática Gordurosa (DHG) é definida como uma condição clínico-patológica de amplo espectro e de elevada freqüência, que inclui a esteatose, a esteato-hepatite com potencial de evolução para fibrose, cirrose e suas conseqüentes complicações como o hepatocarcinoma. Diabetes tipo 2, obesidade, dislipidemia e doença cardiovascular são os fatores de risco mais freqüentes para o desenvolvimento e progressão da doença. A prevalência da doença aumentou substancialmente nos últimos 20 anos com a elevação nos índices de sobrepeso e obesidade em diversos países e no Brasil. Hipótese: A fibra dietética associada ao exercício físico de resistência atuam na melhora da Doença Hepática Gordurosa. É um ensaio clínico intervencional longitudinal aleatorizado no qual participaram sujeitos adultos com sobrepeso ou obesidade admitidos no projeto de mudança de estilo de vida (MEV) Mexa-se Pró-Saúde na cidade do Botucatu- SP. Metodologia: o diagnóstico da DHG foi realizado por tomografia computadorizada, avaliação médica e exames bioquímicos (glicemia, Colesterol Total, HDL-c, Triglicérides, ácido úrico, proteínas totais e frações, AST, ALT, γGT, Fosfatase Alcalina). Posteriormente, foram realizados avaliação antropométrica, bioimpedância, recordatório alimentar de 3 dias e questionário de frequência alimentar de fibras. Os sujeitos foram divididos aleatoriamente em 2 grupos: G1 participou da intervenção nutricional com dieta rica em fibras e exercício físico de resistência, e G2 realizou somente exercício físico de resistência. A intervenção foi realizada no período de 12 semanas com acompanhamento do peso e dieta. Resultados: a frequência de DHG nos 74 sujeitos avaliados foi de 27,02%, sendo 75,7% do gênero feminino e 24,3% do gênero masculino. Os sujeitos do grupo G1 apresentaram melhora relação de densidade HU fígado/baço...
Fatty liver disease (FLD) is defined as a condition for clinical and pathological spectrum and high frequency, which includes fatty liver, steatohepatitis with potential to progress to fibrosis, cirrhosis and its attendant complications such as hepatocellular carcinoma. Type 2 diabetes, obesity, dyslipidemia and cardiovascular disease are the most frequent risk factors for the development and progression of the disease. The prevalence of the disease has increased substantially over the past 20 years with the rise in rates of overweight and obesity in many countries and Brazil. Objective: To evaluate the effect of dietary fiber and physical activity in fatty liver disease. It is an interventional longitudinal randomized clinical trial in which their subjects were overweight or obese adults enrolled in the project of a change of lifestyle Mexa-se Pró-Saúde in the city of Botucatu-SP. Methods: The diagnosis of FLD was performed by computed tomography, medical evaluation and biochemical tests (glucose, total cholesterol, HDL-C, triglycerides, uric acid, total proteins and fractions, AST, ALT, γGT, Alkaline Phosphatase). Were subsequently performed anthropometric measurements, bioelectrical impedance, 3 days dietary recall and food frequency questionnaire fiber. The subjects were randomly divided into two groups: G1 participated in dietary intervention with high-fiber diet and exercise, and only realized G2 exercise. The intervention was performed at 12 weeks with monitoring of weight and diet. Results: The frequency of FLD in 74 subjects evaluated was 27.02%, 75.7% females and 24.3% male. The subjects showed improvement in the G1 HU density liver/spleen ratio 0.71 ± 0.19 to 01.01 ± 0.23 (p=0.003) and adiponectin with parameters p = 0.045, G2 did not improve these parameters (p=0.126) and (p=0.539), respectively. There were no statistically significant differences in other... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Nutrição, Figado - Doenças, Fibras na nutrição humana, Nutrition

Como citar

PERESI, Vanessa Lourenço. Efeito da fibra dietética e do exercício físico resistido na doença hepática gordurosa. 2011. 82 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2011.