Extração de DNA de materiais de arquivo e fontes escassas para utilização em reação de polimerização em cadeia (PCR)

Imagem de Miniatura

Data

2004-12-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e daSociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea

Resumo

Este trabalho visou a comparação de cinco métodos diferentes de extração de DNA de materiais de arquivo (tecidos incluídos em parafina, esfregaços de sangue periférico - corados e não corados com Leishman, lâminas com mielogramas, gotas de sangue em Guthrie Card) e de fontes escassas (células bucais, um e três bulbos capilares e 2 mL de urina), para que fossem avaliadas a facilidade de aplicação e a facilidade de amplificação deste DNA pela técnica da reação de polimerização em cadeia (PCR). Os métodos incluíram digestão por proteinase K, seguida ou não por purificação com fenol/clorofórmio; Chelex 100® (BioRad); Insta Gene® (BioRad) e fervura em água estéril. O DNA obtido foi testado para amplificação de três fragmentos gênicos: Brain-derived neutrophic factor (764 pb), Factor V Leiden (220 pb) e Abelson (106 pb). de acordo com o comprimento do fragmento gênico estudado, da fonte potencial de DNA e do método de extração utilizado, os resultados caracterizaram o melhor caminho para padronização de procedimentos técnicos a serem incluídos no manual de Procedimentos Operacionais Padrão do Laboratório de Biologia Molecular do Hemocentro - HC - Unesp - Botucatu.
The present work aimed at comparing five different methods of DNA extraction of samples from archived materials (paraffin-embedded tissues, peripheral blood smears - stained or not with Leishman, aspired bone marrow smears and Guthrie card bloodspots) and from rare sources (oral cells, one and three capillary bulbs, 2 mL of urine), to evaluate the ease of application and the possibility of amplification of this DNA by the polymerization chain reaction (PCR) technique. The methods included proteinase K digestion - followed or not by phenol/chloroform purification, Chelex 100® (BioRad), InstaGene® (BioRad) and boiling in the sterile water. The DNA obtained was tested for amplification of three genic fragments: the brain-derived neutrophic factor gene (764 bp), the Factor V Leiden gene (220 bp) and the Abelson gene (106 bp). According to the gene fragment length studied, the DNA potential source and the extraction method used, the results characterized the best way to standardize technical procedures to be included in the Standard Operational Procedure Manual of the Molecular Biology Laboratory of the Blood Center in the Medicine School of Unesp, Botucatu, Brazil.

Descrição

Palavras-chave

Materiais de arquivo, fontes escassas, extração de DNA, PCR, Archived material samples, rare sources, DNA extraction, PCR

Como citar

Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e daSociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea, v. 26, n. 4, p. 274-281, 2004.