Caracterização bioecológica, sintomatologia, avaliação biométrica e tecnológica de cana-de-açúcar com infestação do ácaro Schizotetranychus sacharum (Acari: Tetranychidae)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-06-04

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Os ácaros tetraniquídeos (Acari: Tetranychidae) são pragas comuns de plantas cultivadas. Schizotetranychus sacharum Flechtmann & Baker (Acari: Tetranychidae) é um representante desta família, ocorre no Brasil, associado à cana-de-açúcar. Surtos populacionais deste ácaro têm sido observados em canaviais do Estado de São Paulo. Este ácaro infesta a parte abaxial da folha, construindo suas colônias e alimentam-se do conteúdo celular, causando sintomas visíveis na planta. Informações a respeito desta espécie são escassas e impossibilitam tomada de decisões para o seu adequado manejo. Objetivou-se relatar a ocorrência do ácaro em viveiro comercial de mudas pré-brotadas (MPB) originadas do processo de confecção a partir do tecido meristemático, com mudas na fase de aclimatação a pleno sol. Apresentar características bioecológicas de indivíduos imaturos e adultos, bem como descrever a sintomatologia causada em plantas de cana-de-açúcar por esta espécie. Analisar qualitativamente e quantitativamente através de avaliações biométricas e tecnológicas as plantas de cana-de-açúcar infestadas e não infestadas com o ácaro. No viveiro de mudas, observou-se que o ácaro não ocorreu em todas as variedades de cana-de-açúcar. Foi constatada a presença do ácaro nas variedades RB975992, CT22994, CT013377, RB975775, RB995198, RB925279, IACSP911099, CTC20, RB987935, RB867515, IACSP955094, IACC1C52562 e CV7870. O ciclo biológico de S. sacharum é composto pelas fases de ovo, larva, protoninfa, deutoninfa e o adulto e as fases quiescentes ou imóveis, que são as fases de transição, protocrisálida, deutocrisálida e a teliocrisálida. Os sintomas causados pelo ácaro às plantas da cana-de-açúcar são facilmente visualizados em folhas. Com o intenso ataque dos ácaros e a retirada constante do conteúdo celular, as folhas tornam-se esbranquiçadas. Com os dias pode-se observar que as manchas esbranquiçadas se tornam manchas com tons de marrom, devido a oxidação do tecido vegetal danificado mecanicamente pelo ácaro. As plantas infestadas com o ácaro S. sacharum tiveram diâmetro de colmo reduzido, bem como também apresentaram diferença significativa entre os tratamentos em relação aos teores de fibra, PBU, PC e ATR. O ácaro tem potencial para torna-se uma praga importante da cultura.
Spider mites (Acari: Tetranychidae) are common pests of cultivated plants. Schizotetranychus sacharum Flechtmann & Baker (Acari: Tetranychidae) is a representative of this family, occurs in Brazil, associated with sugarcane. Population outbreaks of this mite have been observed in sugarcane fields in the State of São Paulo. This mite infests the abaxial side of the leaf, building its colonies and feeding on the cellular content, causing visible symptoms in the plant. Information about this species is scarce, making it impossible to make decisions for its proper management. The objective of this study was to report the occurrence of mites in a commercial nursery of pre-sprouted seedlings (PSS), to present bioecological characteristics of immature and adult individuals, as well as to describe the symptoms caused on sugarcane plants by this species, in addition to analyzing qualitatively and quantitatively through biometric and technological evaluations the sugarcane plants infested and not infested with the mite. In the seedling nursery, it was observed that the mite did not occur in all varieties of sugarcane. It was found the presence of the mite in the varieties: RB975992, CT22994, CT013377, RB975775, RB995198, RB925279, IACSP911099, CTC20, RB987935, RB867515, IACSP955094, IACC1C52562 and CV7870. The biological cycle of S. sacharum is composed of the egg, larva, protonymph, deutonymph and adult phases and the quiescent or immobile phases, which are the transition, protocrisalid, deutocrisalid and teliocrisalid phases. The symptoms caused by the mite to the sugarcane plants are easily visualized on the leaves. Under intense mite attacks there are a constant removal of cellular content and leaves become whitish. With the days it can be observed that the whitish spots become brownish spots, due the oxidation of the plant tissue mechanically damaged by the mite. Plants infested by the mite S. sacharum had a reduced stalk diameter, as well as a significant difference among the biometric parameters, such as: fiber, PBU, PC and ATR. The mite has the potential to become an important sugarcane crop pest.

Descrição

Palavras-chave

Ácaro, Saccharum spp., Sintomas

Como citar