A formação de um coral na EMEF Gonzaguinha: “cantar a beleza de ser um eterno aprendiz”

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-09-04

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Esta dissertação apresenta os resultados da pesquisa realizada na EMEF Gonzaguinha, localizada na favela de Heliópolis, São Paulo, nos anos 2018 e 2019, com crianças de 07 a 13 anos, pertencentes ao Projeto Coral Canta Gonzaguinha. A metodologia utilizada é de natureza qualitativa de abordagem participante, que contou com levantamento bibliográfico/revisão de literatura, coleta documental, e como instrumentos de pesquisa questionários e registros em diário de bordo. Recorreu-se a uma bibliografia que elucidasse dois pontos principais: Quais conexões podem ser estabelecidas entre a legislação e a formação de professores para o ensino de música na educação básica? Como será o desenvolvimento do Projeto Coral Canta Gonzaguinha, na EMEF Gonzaguinha, no contexto da Favela de Heliópolis? Os questionamentos apresentados deram suporte para os seguintes objetivos: investigar aspectos históricos sobre ensino de música no país; pesquisar a formação de professores de música, antes e após as duas LDBs; investigar o histórico e contexto da Favela de Heliópolis; conhecer e discutir limites e possibilidades do Projeto Coral Canta Gonzaguinha. A busca foi, através de questionários, dar voz e ouvidos à comunidade da EMEF Gonzaguinha, distribuídos entre: alunos pertencentes ao Coral Canta Gonzaguinha, familiares e funcionários da escola. A fundamentação teórica deste trabalho contou com: Amato (2007, 2008, 2009, 2010), que analisa a importância do canto coral; Freire (1980, 1981, 1985, 1997), que contesta a ideologia dominante; Penna (2004, 2005, 2011, 2012, 2014), que analisa a importância do canto coral na educação básica; Souza (2000, 2011, 2014, 2016), que relaciona o cotidiano à educação escolar; Subtil (2005, 2006, 2007), que entrelaça música, mídias, escola e gosto infantil. A pesquisa aponta que uma educação de qualidade deve ser efetivada através de ações que democratizem processos de ensino aprendizagem e um dos melhores meios para isso, é dar voz e ouvidos aos alunos, capacitando-os musical e criticamente.
This dissertation presents the results of the research carried out at EMEF Gonzaguinha, located in the Heliópolis favela, São Paulo, in the years 2018 and 2019, with children from 7 to 13 years old, belonging to the Coral Canta Gonzaguinha Project. The methodology used is of a qualitative nature with a participatory approach, which included bibliographic survey / literature review, documentary collection, and as research instruments, questionnaires and logbook records. A bibliography was used to elucidate two main points: What connections can be established between legislation and teacher training for teaching music in basic education? How will the Coral Canta Gonzaguinha Project develop at EMEF Gonzaguinha, in the context of the Heliópolis Favela? The questions presented supported the following objectives: to investigate historical aspects of music education in the country; research the training of music teachers, before and after the two LDBs; investigate the history and context of the Heliópolis Slum; know and discuss limits and possibilities of the Coral Canta Gonzaguinha Project. The search was, through questionnaires, to give voice and ears to the EMEF Gonzaguinha community, distributed among: students belonging to Coral Canta Gonzaguinha, family members and school staff. The theoretical basis of this work included: Amato (2007, 2008, 2009, 2010), which analyzes the importance of choral singing; Freire (1980, 1981, 1985, 1997), who challenges the dominant ideology; Penna (2004, 2005, 2011, 2012, 2014), who analyzes the importance of choral singing in basic education; Souza (2000, 2011, 2014, 2016), which relates daily life to school education; Subtil (2005, 2006, 2007), which interweaves music, media, school and children's taste. The research points out that a quality education must be carried out through actions that democratize teaching-learning processes and one of the best ways to do this is to give voice and ears to students, enabling them musically and critically.

Descrição

Palavras-chave

Canto coral na escola pública, Educação musical, Gosto musical infantil, Children's musical taste, Choral singing in public school, Music education, Música – Instrução e estudo, Canto coral infantojuvenil, Coros infantis, Música - Ensino fundamental

Como citar