Isolation and mycelial growth of Diehliomyces microsporus: effect of culture medium and incubation temperature

Imagem de Miniatura

Data

2007-07-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Brazilian Archives of Biology and Technology

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A falsa trufa está sendo um dos principais problemas na produção do Agaricus brasiliensis cultivado no Brasil e o controle deste fungo competidor tem sido difícil, devido às dificuldades encontradas no isolamento e cultivo do patógeno. Este experimento foi conduzido em três etapas, sendo a primeira constituída pelo isolamento de Diehliomyces microsporus a partir de porções do ascostroma e através da suspensão de ascósporos; a segunda, o cultivo in vitro de D. microsporus nas temperaturas de 15, 20, 25, 30 e 35ºC e em seis meios de cultura (CTDA, ACDA, BCDA, ADA, BDA e CDA) e a terceira pela inoculação de D. microsporus no composto (pasteurizado, composto esterilizado e composto esterilizado com camada de cobertura) para formação dos ascostromas. O isolamento de D. microsporus a partir de fragmentos do ascostroma recém coletado foi mais eficiente do que a germinação dos ascósporos; o meio de cultura à base de composto (CDA) proporcionou maior diâmetro da colônia de D. microsporus, seguido pelo meio constituído da mistura de composto e batata, favorecendo um micélio mais denso; a maior velocidade de crescimento de D. microsporus ocorreu quando a cultura foi incubada entre 28 e 30ºC; temperaturas de incubação menor que15ºC ou a acima de 35ºC inibiu completamente o crescimento micelial de D. microsporus; a obtenção de frutificação de D. microsporus foi facilmente obtida em composto esterilizado e posteriormente inoculado com o competidor.

Resumo (inglês)

The false truffle is one of the main problems in the production of the Agaricus brasiliensis in Brazil and the control of this fungal competitor has been rather difficult due to difficulties in the isolation and cultivation of this pathogen. This experiment was conducted in three stages, the first consisting of the isolation of Diehliomyces microsporus starting from portions of the fruiting body and through the ascospores suspension; second, D. microsporus cultivated in vitro at 15, 20, 25, 30 and 35ºC in six different culture media (CSDA, OCDA, PCDA, ODA, PDA, CDA); third, D. microsporus was inoculated on sterilized compost for formation of the fruiting body. The colony formation from tissue of D. microsporus starting from portions of fruiting body was more efficient than germination of the ascospores. Compost medium (CDA) allowed a larger diameter of the D. microsporus colony, followed by the medium made up of compost and potato mixture, favoring a denser composition. The largest mycelial growth speed of D. microsporus occurred when the culture was incubated at 28 and 30ºC. Incubation temperatures lower than 15ºC or above 35ºC inhibited the mycelial growth of D. microsporus completely. The fruiting bodies were obtained easily in sterilized compost and later inoculated along with mycelial competitor.

Descrição

Idioma

Inglês

Como citar

Brazilian Archives of Biology and Technology. Brazilian Archives of Biology and Technology, v. 50, n. 4, p. 587-595, 2007.

Itens relacionados