Análise comparativa de concepções de cartografia geomorfológica aplicada a ambientes litorâneos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The intense urbanization in coastal environments can cause environmental changes due to the susceptibility of these areas. It is therefore of utmost importance to understand the environmental quality of coastal area and the geomorphological features are essential to make it possible, as well as the geomorphological maps that are used as an instrument to analyze the relief. However, there is no standardization among the geomorphological mapping techniques, since the proposals vary according to the taxonomy of the relief, the adopted scale and the objective of the researcher. This paper aims to carry out geomorphological mappings of sectors of the city of Mongaguá, in São Paulo state, according to the conceptions of Verstappen and Zuidam (1975) and Gustavsson, Kolstrup and Seijmonsbergen (2006), seeking to verify the possibilities and constraints that each one can provide for environmental management. Verstappen and Zuidam’s design (1975) is a classical international bibliography proposal indicating the symbols and colors that will be used to represent the relief according to the origin shape of the geomorphological features; Gustavsson, Kolstrup and Seijmonsbergen's conception (2006) is a latest international proposal which also uses symbols and colors that can be combined to represent various forms of relief, coming from different origins. The mappings in this research are although not presented as a mainstream map, but as a cartographic representation in which the symbols are superimposed on the digital ortophoto map to provide the reader an association between symbolism and the relief represented. The result is a comparative analysis among the symbols that were used in each mapping, in which is discussed what design is the most appropriate, considering the adopted scale and the geomorphological features of the mapped area
A intensa urbanização em ambientes litorâneos pode causar alterações ambientais devido à suscetibilidade de tais ambientes. Assim, é de suma importância compreender a qualidade ambiental da área costeira; para tal compreensão, as feições geomorfológicas são essenciais, e como instrumentos de análise do relevo têm-se os mapas geomorfológicos. Porém, não há uma uniformização entre as técnicas de mapeamento geomorfológico, uma vez que as propostas variam de acordo com a taxonomia do relevo, a escala adotada e o objetivo do pesquisador. Assim, esta pesquisa teve o objetivo de realizar mapeamentos geomorfológicos de setores do município de Mongaguá-SP, segundo as concepções de Verstappen e Zuidam (1975) e Gustavsson, Kolstrup e Seijmonsbergen (2006), buscando verificar as possibilidades e restrições que cada concepção pode fornecer para a gestão ambiental. A concepção de Verstappen e Zuidam (1975) é uma proposta da bibliografia clássica internacional que indica os símbolos e as cores utilizados para representar o relevo de acordo com a forma de origem das feições geomorfológicas; já a concepção de Gustavsson, Kolstrup e Seijmonsbergen (2006) é uma proposta internacional mais recente, que também utiliza símbolos e cores, sendo que estes podem ser combinados para representar diversas formas do relevo, oriundas de diversas origens. Porém, os mapeamentos nesta pesquisa não são apresentados como um mapa convencional, mas uma representação cartográficata em que as simbologias utilizadas são sobrepostas à ortofotocarta digital, para proporcionar ao leitor uma associação entre a simbologia e o relevo representado. Assim, obteve-se como resultados uma análise comparativa entre as simbologias utilizadas em cada mapeamento, discutindo-se qual a concepção mais apropriada, considerando-se a escala adotada e as feições geomorfológicas da área mapeada

Descrição

Palavras-chave

Geomorfologia, Mapeamento geologico, Costa, Qualidade ambiental, Mapeamento geomorfologico, Mongaguá (SP)

Como citar

QUEIROZ, Debora Silva. Análise comparativa de concepções de cartografia geomorfológica aplicada a ambientes litorâneos. 2012. 57 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2012.