Física no ensino fundamental: formação continuada de professores de Ciências em uma perspectiva sócio-histórica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-05-24

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Apresentamos nesse trabalho uma proposta de formação continuada de professores de ciências fundamentada na teoria sócio-histórica de Vigotski. Para testar a validade dessa proposta aplicamos seus fundamentos em um curso de extensão oferecido para professores de ciências do ensino fundamental (ciclo II) - Física no Ensino Fundamental: Atividades interdisciplinares em uma perscpectiva sociocultural - oferecido a professores de ciências em exercício. A partir desse estudo estabelecemos alguns critérios de análise para a avaliação das escolhas entre diferentes abordagens didáticas. Nossos estudos apontam para a necessidade de que a atividade de sala de aula seja analisada a partir de múltiplos aspectos que envolvem não apenas a esfera conceitual e a ação do professor e do aluno isoladamente, mas também e principalmente aqueles ligados às interações sociais presentes no ambiente da sala de aula. Para análise das interações discursivas utilizamos como referencial teórico a semiótica de Greimas. Concluímos que professores em formação são capazes de avançar na adoção de novas práticas a partir de troca de experiências com seus pares, desenvolvendo a partir dessas trocas e com o aporte de novos conteúdos trazidos por especialistas atividades didáticas inovadoras. Assim, apresentamos e avaliamos nossa proposta de um modelo sócio-histórico de formação de professores
We present in this paper a proposal for continuing education of science teachers based on socio-historical theory of Vigotsky. To test the validity of the proposal we applied its foundations in an extension course offered for science teachers of elementary school (5th - 8th grades) - Physics k-8 school: interdisciplinary activities in a sociocultural perspective - offered to science teachers in service. From this study we established some criteria analysis to evaluate the choices between different approaches to teaching. Our studies point to the need for the activity of the classroom be examined from multiple aspects involving not only the conceptual realm and actions of the teacher and the student in isolation, but also and mainly, those related to social interactions in the classroom environmental. For analysis of the discursive interactions we used as a theoretical foundation the semiotics of Greimas. We conclude that training teachers are capable of advancing the adoption of new practices from sharing experiences with peers, developing from these exchanges and with the input or new content brought by specialists innovative teaching activities. Thus, we belive our after proposal for a social-historical model of teaching training

Descrição

Palavras-chave

Vygotskii, L. S. (Lev Semenovich), 1896-1934, Ciências - Formação de professores, Ciências (Primeiro grau) - Estudo e ensino, Atividade didática, Continuing education of science teachers, Teaching activities, Teaching science, Theory social-historical

Como citar

SANTOS, Emerson Izidoro dos. Física no ensino fundamental: formação continuada de professores de Ciências em uma perspectiva sócio-histórica. 2010. 182 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, 2010.