Confecção e avaliação de péletes de sementes de alface

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

1998-11

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Horticultura

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

In this work, pellets were produced in a small concrete mixer like machine (pan), where seeds rolled over one another, receiving gradually and alternately coating (stuffing) and cement (adhesive) ingredients, until they reached the required size. Seeds were then dried and classifified. Lettuce seeds were pelleted with fine sand, coarse sand, fine lime or coarse lime, using bentonite diluted in water at 7,5%, or polivinil acetate glue (PVA) at 30%, as cement. A portion of these pellets were covered with a thin layer of lime plus PVA. The small pellets made of fine sand plus lime with or without the fine finish cover presented the best results. Rates of germination and seedling development were similar to those obtained with bare seeds. Lime usage delayed seedling growth, being more pronounced on larger pellets. Using lime plus PVA glue resulted in the most physical resistance, whereas the use of sand plus bentonite, resulted in the least resistance; fine finish enhanced the pellet resistance. Pellets with PVA glue were more resistant than those with bentonite. Coats of sand were most quickly dissolved, although pellets tested dissolved in less than one minute. The water content in each type of pellet was less than 0.45%, with low higroscopicity (less than 0.6%).

Resumo (português)

Para este trabalho, os péletes foram confeccionados em betonei ras, onde as sementes rolam umas sobre as outras, recebendo aos poucos e alternadamente os ingredientes de enchimento e cimentante, até atingirem o tamanho desejado, sendo então secados e classifica dos. Foram confeccionados péletes de semente de alface com areia fina, areia grossa, calcário fino e calcário grosso, utilizando como cimentante, bentonita diluída em água a 7,5% ou cola à base de acetato de polivinila (PVA) a 30%. Parte dos péletes recebeu acaba mento com calcário calcifico mais cola à base de PVA. Os péletes pequenos, confeccionados com areia fina ou com a mistura de areia e calcário, com ou sem acabamento, apresentaram os melhores re sultados, não diferindo da germinação e da velocidade de cresci mento de plântulas obtidas de sementes nuas. A utilização de calcário prejudicou o crescimento das plântulas e o prejuízo foi mais acentu ado para os péletes grandes. Os péletes confeccionados com calcário e cola à base de PVA foram os mais resistentes ao esmagamento e os péletes confeccionados com areia, utilizando bentonita como cimentante, os de menor resistência. A cola à base de PVA atuou como cimentante mais forte que a bentonita e a aplicação da camada de acabamento com cola à base de PVA aumentou a firmeza dos péletes. Os péletes confeccionados com areia apresentaram maior velocidade de dissolução, mas todos os péletes testados se dissolveram em me nos de um minuto. Todos eles apresentaram baixo grau de umidade (média de 0,45%) e baixa higroscopicidade (cerca de 0,6%).

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Horticultura Brasileira. Associação Brasileira de Horticultura, v. 16, n. 2, p. 151-158, 1998.

Financiadores