Relação entre potenciais evocados auditivos de média latência e distúrbio de processamento auditivo: estudo de casos

Imagem de Miniatura

Data

2013-04-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

CEFAC Saúde e Educação

Resumo

The Auditory Evoked Middle Latency Response is one of the most promising objective tests in audiology and in revealing brain dysfunction and neuro-audiologic findings. The main advantages of its clinical use are precision and objectivity in evaluating children. This study aimed to analyze the auditory evoked middle latency response in two patients with auditory processing disorder and relate objective and behavioral measures. This case study was conducted in 2 patients (P1 = 12 years, female, P2 = 17 years old, male), both with the absence of sensory abnormalities, neurological and neuropsychiatric disorders. Both were submitted to anamnesis, inspection of the external ear canal, hearing test and evaluation of Auditory Evoked Middle latency Response. There was a significant association between behavioral test and objectives results. In the interview, there were complaints about the difficulty in listening in a noisy environment, sound localization, inattention, and phonological changes in writing and speaking, as confirmed by evaluation of auditory processing and Auditory Evoked Middle Latency Response. Changes were observed in the right decoding process hearing in both cases on the behavioral assessment of auditory processing; auditory evoked potential test middle latency shows that the right contralateral via response was deficient, confirming the difficulties of the patients in the assignment of meaning in acoustic information in a competitive sound condition at right, in both cases. In these cases it was shown the association between the results, but there is a need for further studies with larger sample population to confirm the data.
O Potencial Evocado Auditivo de Média Latência é um teste objetivo promissor na audiologia na pesquisa neuro-diagnóstica das disfunções do sistema auditivo. Tem como vantagens a precisão e objetividade na avaliação e por isso é útil em crianças. O presente estudo teve como objetivo analisar os potenciais evocados auditivos de média latência em dois pacientes com distúrbio de processamento auditivo e relacionar as medidas objetivas e comportamentais. Para tanto foi realizado estudo de caso de dois pacientes (P1= feminino, 12 anos; P2= masculino, 17 anos), ambos com ausência de alterações sensoriais, distúrbios neurológicos, neuropsiquiátricos. Ambos foram submetidos à anamnese, inspeção do meato acústico externo, avaliação audiológica e avaliação do exame de potencial evocado auditivo de média latência. Houve associação significante entre os resultados dos exames comportamentais e objetivos. Na anamnese, houve queixas referentes à dificuldade de escuta em ambiente ruidoso, localização sonora, desatenção, além de trocas fonológicas na escrita e na fala. Foram observadas alterações no processo de decodificação auditiva à direita em ambos os casos na avaliação comportamental do processamento auditivo e no exame de potencial evocado auditivo de média latência a resposta da via contralateral direita foi deficitária, confirmando as dificuldades dos pacientes estudados na atribuição de significado às informações acústicas em condição de competição sonora à direita nos dois casos. Para os casos estudados comprovou-se à associação entre os resultados, porém há necessidade de novos estudos com maior amostra para confirmação dos dados.

Descrição

Palavras-chave

Percepção Auditiva, Potenciais Evocados Auditivos, Transtornos da Percepção Auditiva, Auditory Perception, Evoked Potentials, Auditory, Auditory Perceptual Disorders

Como citar

Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 15, n. 2, p. 478-484, 2013.