Hegemonia alemã e a saída do Reino Unido da União Europeia: uma leitura gramsciana

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-02-24

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O presente trabalho objetiva formalmente ao cotejo entre a hegemonia alemã no espaço europeu, enfatizando a perspectiva gramsciana, e seus possíveis desdobramentos com a saída do Reino Unido da União Europeia – informalmente referida como “Brexit”. Admitindo a hipótese gramsciana de que a Alemanha possui o que se denomina como “hegemonia incompleta”, característica histórica ensejada pelo processo de revolução passiva, demonstrar-se-á, através de ferramentas metodológicas propiciadas pela teoria gramsciana, que o processo histórico de modernização conservadora e restauradora no âmbito alemão – característica intrínseca à revolução passiva -, propiciou uma incapacidade de cooptar os atores europeus ao nível regional, gerando colisões de interesses e prejuízos, e, finalmente, atingindo seu zênite na decisão inglesa de se retirar do bloco europeu em 2016.
The project formally aims to analyze the German hegemony in the European space, emphasizing the Gramscian perspective, and its possible consequences with the United Kingdom's departure from the European Union – informally quoted to as “Brexit”. Considering the Gramscian hypothesis that Germany owns what is called "incomplete hegemony", a historical characteristic given by the process of passive revolution, it will be demonstrated, through methodological tools provided by Gramscian theory, that the historical process of conservative modernization and restorative at the German scope - an intrinsic characteristic of the passive revolution, resulted an inability to co-opt European actors at the regional level, generating collisions of interests and losses, and, finally, reaching its zenith in the English decision to withdraw from the European bloc in 2016.

Descrição

Palavras-chave

Hegemonia, Gramsci, Alemanha, Brexit, Hegemony, Germany

Como citar

MORAES, Rafael Assis. Hegemonia alemã e a saída do Reino Unido da União Europeia: uma leitura gramsciana. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2022.