Fatores de risco para melasma facial em mulheres: um estudo caso-controle

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-09-05

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Melasma é hipermelanose crônica, localizada, simétrica adquirida, que acomete áreas fotoexpostas, preferencialmente a face, o que causa estresse emocional. Ocorre de forma mais frequente entre mulheres adultas. Sua patogênese não é totalmente compreendida apesar de alguns fatores de risco serem conhecidos, como história familiar, exposição solar, gravidez, hormônios sexuais, cosméticos e medicamentos fotossensibilizantes. Há evidente predisposição genética, já que mais de 40% dos pacientes referem familiares acometidos. O principal objetivo deste estudo foi avaliar os fatores de risco para o desenvolvimento de melasma facial em mulheres. Realizou-se estudo caso-controle envolvendo mulheres adultas, portadoras ou não de melasma facial, pareadas por idade. As variáveis foram agrupadas em níveis hierárquicos: dados constitucionais, variáveis de exposição, variáveis ligadas à estímulos hormonais e traços de ansiedade, avaliados pelo questionário IDATE-T; e analisados por regressão logística múltipla condicional. Pacientes com melasma apresentaram, preferencialmente, fototipos III a V, iniciaram sua doença entre a terceira e quarta décadas de vida, referiram frequente acometimento familiar e ascendência europeia e indígena. Do ponto de vista clínico, houve maior acometimento de topografias centrais da face e os principais fatores desencadeantes foram a gestação, insolação e contraceptivo oral combinado. Quando comparados aos controles, mulheres com melasma diferiram de seus controles quanto aos fototipos, ascendência indígena (OR=2,25), anos de moradia rural/praia (OR=1,07), tempo de trabalho exposto ao sol (OR=1,05), tempo de atividades de lazer exposto ao sol (OR=1,03), uso de antidepressivo/ansiolítico (OR=5,11), irregularidade menstrual (OR=3,99), histórico de gestação (OR=3,58), anos de uso de contraceptivo oral (OR=1,24) e escores de ansiedade (OR=1,07). História familiar de melasma foi referido ...

Descrição

Palavras-chave

Gravidez, Pele - Doenças, Distúrbios de pigmentação da pele, Melanose, Pigmentation disorders

Como citar

HANDEL, Ana Carolina. Fatores de risco para melasma facial em mulheres: um estudo caso-controle. 2013. 100 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2013.