Determinação do valor de referência da relação proteína/creatinina urinária em amostra isolada de urina na avaliação das síndromes hipertensivas da gestação: curva ROC e área sob a curva

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-05-30

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Introdução: A pré-eclâmpsia (PE) é uma doença específica da gestação, que têm como manifestação clínica a associação de hipertensão arterial e proteinúria (PtU) ou disfunção de órgãos alvos, mesmo sem a presença de PtU. A proteinúria de 24 horas (PtU24h) é utilizada para identificação de proteína na urina para o diagnóstico de PE. Para um diagnóstico mais rápido, exequível e com menor custo para tomada de decisão sobre a conduta nos casos de PE pode ser utilizado o índice proteinúria/ creatinina (Pt/Cr) em amostra isolada de urina. Objetivos: Verificar a correlação entre os valores de PtU24h e relação Pt/Cr urinária em gestantes durante a investigação diagnóstica de PE e determinar o ponto de corte da relação Pt/Cr em amostra isolada de urina que corresponde à presença PtU ≥ 0,3 g/dia em amostra de urina de 24 horas. Método: Estudo de corte transversal e prospectivo que foi conduzido no serviço de Obstetrícia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu e as amostras de urina isolada e de 24 horas foram coletadas no Pronto Atendimento da Mulher ou Maternidade do hospital. Foi estimado um tamanho amostral de 194 gestantes. Pacientes com gestações gemelares, más formações fetais, nefropatias crônicas, idade materna < 18 anos, idade gestacional < 20 semanas foram excluídas do estudo. Foi realizada a correlação de Pearson para a análise da correlação e construída a curva ROC para determinação do ponto de corte da relação Pt/Cr. Considerou-se nível de significância de 5%. Resultado: Foram incluídas 200 gestantes no estudo. Existe uma correlação positiva e forte entre o índice Pt/Cr e PtU24h (r = 0,888; p < 0,001). A área sob a curva foi de 0,666 (IC95% 0,588 - 0,743). Identificamos um ponto de corte ótimo de 0,25 mg/mg para a relação Pt/Cr, com sensibilidade de 61,3% e especificidade de 61,9%. Conclusão: A relação proteína/creatinina em amostra isola de urina é um bom preditor de proteinúria para pré-eclâmpsia. Apesar da baixa precisão que identificamos, o ponto de corte ótimo foi de 0,25 mg/mg para a relação Pt/Cr, que é uma alternativa válida para a coleta de urina de 24 horas em gestantes com hipertensão arterial.
Introduction: Preeclampsia (PE) is a specific disease of pregnancy, whose clinical manifestation is the association of arterial hypertension and proteinuria (PtU) or dysfunction of target organs, even without the presence of PtU. 24-hour proteinuria (24hPtU) is used to identify protein in the urine to diagnose PE. A faster, more feasible and less costly diagnosis test for decision-making on the management of PE cases is necessary and we can use the Proteinuria/Creatinine Index (Pt/Cr) in an isolated urine sample. Objectives: To verify the correlation between 24h PtU values and the urinary Pt/Cr ratio in pregnant women during the diagnostic investigation of PE and to determine the cut off point for the Pt/Cr ratio in an isolated urine sample that corresponds to the presence of PtU ≥ 0, 3 g/day in a 24-hour urine sample. Method: we conducted a cross-sectional and prospective at the Maternity of the “Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu”. Isolated and 24-hour urine samples were collected at the Women's Emergency Room. We calculated a sample size of 185 pregnant women to be included in the study. Patients with twin pregnancies, fetal malformations, chronic nephropathy, maternal age < 18 years, and gestational age < 20 weeks were excluded from the study. Pearson's correlation was performed for correlation analysis and the ROC curve was constructed to determine the cut off point of the Pt/Cr ratio. A significance level of 5% was considered. Result: We included 200 participants in the study. There is a positive and strong correlation between the Pt/Cr index and PtU24h (r = 0.888; p < 0.001). For the ROC curve, the area under the curve was 0.666 (95%CI 0.588 - 0.743). We identified an optimal cut off point of 0.25 mg/mg for the Pt/Cr ratio, with a sensitivity of 61.3% and specificity of 61.9%. Conclusion: The protein/creatinine ratio in an isolated urine sample is a good predictor of proteinuria for preeclampsia. Despite the low precision that we identified, the optimal cut off was 0.25 mg/mg for the Pt/Cr ratio, is a valid alternative for 24-hour urine collection in pregnant women with arterial hypertension.

Descrição

Palavras-chave

Gravidez, Hipertensão arterial, Pré-eclâmpsia, Proteinúria, Pregnancy, Hypertension, Preeclampsia, Proteinuria

Como citar