Aplicação de diferentes pinças hemostáticas em veias de equinos: estudo morfológico

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-10-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Foi realizada a avaliação morfológica e morfométrica da veia cefálica submetida à pinçamento de cinco equinos hígidos. Foram testadas as pinças hemostáticas: Diffenbach bulldog, De Bakey bulldog, Rochester reta e De Bakey com cremalheira. Após 15 minutos da aplicação das referidas pinças, foi realizada a flebectomia parcial e coletadas as amostras referentes a cada segmento do vaso pinçado e do segmento controle sem pinçamento. Das peças procedeu-se as preparações histológicas dos segmentos da veia nas colorações de Hematoxilina-Eosina e Tricrômio de Masson, os cortes histológicos foram avaliados por microscopia óptica. Foi realizada análise morfológica das veias, de forma qualitativa, utilizando para isto uma escala de avaliação de lesões vasculares após pinçamento; a avaliação morfométrica, quantificando em micrometros o achatamento produzido pelas pinças nas diferentes camadas vasculares. Em ambos os estudos, morfológico e morfométrico, as pinças com serrilhamento transversal e fechamento tipo cremalheira causaram as maiores alterações, observou se marcada vacuolização das células musculares e desarranjo na túnica media com perda marcada das células endoteliais da túnica intima do vaso estudado.
Morphometric and morphologic evaluation of the cephalic vein of five healthy horses submitted to clamping was done. Hemostatic clamps tested were Dieffenbach bulldog, De Bakey bulldog, Rochester straight and De Bakey with ratchets. 15 minutes after mentioned clamps were applied partial phlebotomy was performed and histologic sections of the veins were prepared and stained with Hematoxylin-Eosin and Masson Trichrome, after the stained preparations were evaluated by light microscopy. A qualitative morphological analysis of the veins was performed using a rating scale of vascular lesions after clamping; the morphometric evaluation consisted in quantifying in micrometers the flattening produced by the hemostatic clamps in the different vascular beds. In both studies, morphologic and morphometric, hemostats with transverse serration and ratcheted mechanism caused major changes, pronounced vacuolization of the muscle cells, derangement of the medium tunic and marked loss of endothelial cells of the intima tunic was observed in the vessel studied.

Descrição

Palavras-chave

Histometria, Flebotomia, Tromboflebite, Hemostasia, Histometry, Phlebotomy, Thrombophlebitis, Hemostasis

Como citar