Valor bioeconômico da suplementação alimentar para bovinos em pastagens de Brachiaria brizantha cv. Marandu

Imagem de Miniatura

Data

2004-02-19

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Utilizou-se 4 tourinhos Santa Gertrudes de 17 meses de idade e 380 kg (canulados no rúmen e no duodeno) e 16 tourinhos Canchim, de 7 meses de idade e 250 kg, para avaliar a suplementação do capim Marandu durante a época seca, visando ganho de peso corporal (GPC) diário de 0,5 e 1 kg/cab e potencial de fermentação microbiana (y) de 9,5 e 11 g proteína bruta microbiana/MJ energia metabolizável fermentável (EMFe). No ensaio de desempenho, os animais Canchim receberam suplementação individual diária com milho, soja grão e farelos de soja e algodão, durante 168 dias, com pesagem a cada 28 dias. A ingestão diária de pasto foi estimada em 5,91 kg matéria seca/cab. Os tratamentos para GPC diferiram (P<0,05) no desempenho animal, com médias de GPC diário de 0,94 e 1,09 kg/cab, para os tratamentos que visaram GPC diário de 0,5 e 1 kg/cab, respectivamente. O tratamento para GPC diário de 0,5 kg/cab mostrou melhor resultado econômico, mas não permitiu alcançar o peso de abate apropriado. No ensaio de metabolismo ruminal, os animais Santa Gertrudes receberam feno de capim Marandu e suplemento em baias individuais. O tratamento para GPC diário de 1 kg/cab proporcionou maior (P<0,05) digestibilidade da matéria orgânica e de carboidratos totais com médias de 66,63 e 58,68%, respectivamente, quando comparado ao tratamento para GPC diário de 0,5 kg/cab, que apresentou, nas respectivas variáveis citadas, médias de 61,57 e 53,94%. Não houve efeito do potencial de fermentação na digestibilidade dos nutrientes da dieta. A eficiência de síntese microbiana foi similar (P>0,05) entre os tratamentos, com média de 9,2 g de proteína bruta microbiana/MJ EMFe.
Summary: It were utilized 4 Santa Gertrudis young bulls, with 17 months old and 380 kg (fitted with ruminal and duodenal cannulas) and 16 Canchim young bulls, with 7 months old and 250 kg, to evaluate concentrate supplementation of Palisadegrass, during dry season, in order to support daily body weight gain (BWG) of 0.5 and 1 kg/head and microbial fermentation (y) of 9.5 and 11 g microbial crude protein/MJ fermentable metabolisable energy (FME). In the performance trial, Canchim bulls received daily individual supplementation of corn, whole soybean, cottonseed and soybean meals, for 168 days. Weight measurements were taken every 28 days. The daily estimated forage intake was 5.91 kg dry matter/head. The treatments for different BWG were different (P<.05) in animal performance, with daily BWG of 0.94 and 1.09 kg/head, for treatments that aimed daily BWG of 0.5 and 1 kg/head, respectively. The treatment for daily BWG of 0.5 kg/head showed better economic result but did not allowed to achieve a suitable slaughter weight. In the ruminal metabolism trial, the Santa Gertrudis bulls were fed with Palisadegrass hay and concentrate feed in individual stalls. The treatment for daily BWG of 1 kg/head resulted in higher (P<.05) digestibility of organic matter and total carbohydrates, with values of 66.63 and 58.68%, respectively, when compared to treatment for daily BWG of 0.5 kg/cab, that showed, in respective variables cited, values of 61.57 and 53.94%. There was no effect of y on digestibility of dietetic nutrients. The efficiency of microbial synthesis was similar (P>.05) among treatments with mean of 9.2 g microbial crude protein/MJ FME.

Descrição

Palavras-chave

Digestão, Pastagens, Bovino - Alimentação e rações, Rumen

Como citar

BRITO, Rodolfo Marques de. Valor bioeconômico da suplementação alimentar para bovinos em pastagens de Brachiaria brizantha cv. Marandu. 2004. ix, 90 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2004.