Análise socioambiental da área do lixão do Jangurussu (Fortaleza-CE) e os impactos na comunidade do entorno

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-07-23

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A presente pesquisa trata da análise socioambiental da área do entorno do lixão do Jangurussu em Fortaleza, destacando os principais impactos provocados pela presença do referido lixão nas águas superficiais e subterrâneas e analisando o modo como isto afeta a população de cerca de 500 casas existentes nas proximidades, do ponto de vista das doenças de veiculação hídrica e das provocadas pelos vetores presentes no lixo. O trabalho aborda ainda os aspectos socioeconômicos desta população, mostrando como a presença do lixão influi no seu cotidiano e na qualidade de vida, ressaltando o contraditório do lixo como problema e também como alternativa de sobrevivência, ao considerar que este é fonte de renda para os catadores e suas famílias. O fundamento teórico-metodológico da pesquisa esteve ancorado na teoria geral dos sistemas, aplicada à geografia, procurando estabelecer uma visão sistêmica e não fragmentada dos problemas socioambientais da área. Foi realizado um monitoramento das águas superficiais mediante amostragem em três estações ao longo do trecho do rio que margeia o lixão e em dois poços freáticos nas proximidades do lixão que incluíram análises físicas, químicas e microbiológicas durante o período de abril a novembro de 2012. A qualidade da água, no trecho do rio, foi analisada em comparação com os padrões legais estabelecidos na resolução nº 357/2005 do CONAMA e, para a avaliação da qualidade da água dos poços, utilizaram-se, como referenciais, os padrões organolépticos de aceitação e de potabilidade estabelecidos na portaria nº 2914/2011 do Ministério da Saúde. Foi realizado ainda um diagnóstico socioeconômico e ambiental na área de estudo, mediante pesquisa de campo com aplicação de questionários com 41 famílias de moradores, além de entrevista com o líder comunitário...
The present research deals with the socio-environmental analysis of the area around the Jangurussu landfill in Fortaleza, by highlighting the main impacts to the surface water and groundwater caused by the presence of that landfill, and analyzing how it affects the population of about 500 existing houses nearby, regarding waterborne diseases and those caused by vectors found in the trash. The work also discusses the socioeconomic aspects of that population, by showing how the presence of the landfill influences their daily routine and quality of life, by emphasizing the trash contradiction as a problem and also as a means of survival, when considering that is a source of income for trash collectors and their families. The theoretical and methodological foundation of the research was grounded on the general systems theory, applied to geography, by seeking to establish a systemic and not fragmented view of the socio-environmental problems of the area. The monitoring of the surface water was carried out by collecting samples at three stations along the river that borders the landfill and at two groundwater wells nearby the landfill, which included physical, chemical and microbiological analyses between April and November/2012. The quality of the water along the river was analyzed in comparison with the legal standards set forth in Resolution No. 357/2005 of CONAMA, and for assessing the water quality of the wells, the organoleptic standards of acceptance and potability established in Ordinance No. 2914/2011 of the Health Ministry were used as references. A socioeconomic and environmental diagnostic in the study area was performed through a field research with the application of questionnaires with 41 families of residents, besides an interview with the leader of the trash collectors who work in the landfill area... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Waste products, Resíduos, Resíduos sólidos - Avaliação de riscos de saúde, Lixo - Eliminação - Aspectos ambientais, Impacto ambiental, Lixo - Eliminação - Aspectos sociais, Qualidade de vida, Água - Poluição, Saúde pública, Fortaleza (CE)

Como citar

LIMA, Cláudio Ricardo Gomes de. Análise socioambiental da área do lixão do Jangurussu (Fortaleza-CE) e os impactos na comunidade do entorno. 2013. 146 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2013.