Entre Voltas e (Re)voltas: um Estudo sobre Mães que abandonam a Carreira Profissional

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-10-11

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Conselho Federal de Psicologia

Resumo

From a reflection on the motherhood-work relationship, this study aims to understand the movement of women who abandon their careers to dedicate themselves to taking care of their children. This qualitative research used data collected by means of semi-structured interviews conducted with mothers. Based on their reports, the meanings underlying this choice were investigated and articulated with discussions and theoretical reflections on the historical transformations of motherhood, the role of women in society, and their relationship with work. The results show that women abandon their professional careers due to different reasons, all of which converge into the difficulties of reconciling professional demands with patterns of maternal experience. Such meanings reflect the discussions about the idealization of motherhood and the difficulties faced by women in constructing their social place, entering the labor market, and in consolidating their careers.
En este estudio se propone comprender el movimiento de mujeres que en la actualidad renuncian a su carrera para dedicarse al cuidado de sus hijos, a partir de una reflexión sobre la relación entre maternidad y trabajo. Este trabajo parte de una investigación cualitativa cuyo instrumento de recopilación de datos fue entrevista semidirigida. Se investigó en los relatos de esas mujeres el sentido de esa elección y se buscó articularla con las discusiones y reflexiones teóricas acerca de las transformaciones históricas de la maternidad, del papel de la mujer en la sociedad y su relación con el trabajo. Los resultados expresaron que las mujeres presentan diversos sentidos para la renuncia a la carrera y que estos convergen a las dificultades de conciliación entre las exigencias profesionales y los patrones establecidos sobre la experiencia de maternaje. Tales sentidos atribuidos a ese movimiento reflejan las discusiones presentadas sobre la idealización de la maternidad, así como sobre las dificultades enfrentadas por las mujeres en la construcción de su lugar en la sociedad, en la inserción en el mercado laboral y en la consolidación de su carrera.
O presente estudo objetivou compreender o movimento de mulheres que, na atualidade, abandonam suas carreiras para se dedicarem ao cuidado com os filhos, a partir de uma reflexão sobre a relação entre maternidade e trabalho. Este trabalho baseia-se numa pesquisa qualitativa que empregou a entrevista semidirigida como instrumento de coleta de dados. Investigou-se nos relatos dessas mulheres o sentido dessa escolha, que se buscou articular às discussões e reflexões teóricas acerca das transformações históricas da maternidade, do papel da mulher na sociedade e sua relação com o trabalho. Os resultados expressaram que apesar de as mulheres terem formulado diversos sentidos para o abandono da carreira, eles convergem em relação às dificuldades de conciliação entre as exigências profissionais e os padrões estabelecidos sobre a experiência de maternagem. Tais sentidos atribuídos a esse movimento refletem nas discussões apresentadas sobre a idealização da maternidade, como também sobre as dificuldades enfrentadas pelas mulheres na construção de seu lugar na sociedade, no mercado de trabalho e na consolidação de sua carreira.

Descrição

Palavras-chave

Feminine, Maternity, Work, Feminino, Maternidade, Trabalho

Como citar

Psicologia: Ciência e Profissão. Conselho Federal de Psicologia, v. 41, p. -, 2021.

Coleções