Estratégias de retirada da monensina na dieta de bovinos em terminação como modulador do consumo de matéria seca

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-10-22

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo no trabalho foi avaliar o desempenho e as características de carcaça e carne de bovinos Nelore em confinamento, com utilização de monensina sódica como modulador de consumo de matéria seca. Foram utilizados 250 bovinos da raça Nelore, com peso médio de 363 kg. Os animais foram alojados em 35 baias coletivas equipadas com seis metros lineares de cocho de alimentação de concreto e bebedouros de 1500L de água. Os animais foram blocados através do peso, assim ficou disposto de forma que cada baia alojava 7 animais, sendo que o último bloco (5 baias finais) estava alojado 8 animais. De cada baia foi sorteado dois animais no início do experimento, afim de classificar os animais que seria feito coletas de sangue e coleta de dados no abate comercial, totalizando 70 animais para tais coletas. O experimentou foi de 148/156 dias no total, dividido em período de adaptação e terminação. Foram utilizadas três dietas, como os mesmos ingredientes, bagaço de cana-de-açúcar, milho grão, polpa cítrica, farelo de algodão e núcleo mineral, mas com relação a proporção de volumoso:concentrado diferente, sendo que a adaptação era 22:78; transição 17:83 e terminação 12:88 O fornecimento era feito pela manhã e durante a tarde, sendo dois fornecimentos de 50% cada um. Em todas as dietas era acrescido no núcleo mineral 25 mg/kg MS de virginiamicina e de acordo com os tratamentos era adicionado monensina sódica na dose de 20 mg/kg MS. Foram avaliados cinco tratamentos: VM – Uso de virginiamicina em todo o período expertimental, sem adição de monensina sódica na dieta (Controle); 34d – Uso de monensina sódica na adaptação e transição; 90d - Uso de monensina sódica até os 90 dias de experimentação; 120d – Uso de monensina sódica até 120 dias de experimentação; 156d - A monensina sódica foi utilizada na dieta em todo período experimental. Foram feitas avaliações relacionadas ao consumo de alimento, eficiência alimentar, ganho médio diário, características de carcaça e carne e avaliações sanguineas. Todas as análises estatísticas foram analisadas utilizando o procedimento MIXED do software SAS (SAS Institute Inc., Cary, NC). Todas as médias foram comparadas pelo teste t a 5% de probabilidade. O consumo de matéria seca foi de 2,4% PC e 11,7 kg/dia; o consumo de energia foi de 8,52 NDT/dia; ganho médio diário de 1,55 kg/dia; eficiência alimentar de 0,134 kgCMS/kgGMD; peso de entrada de 363 kg; peso de saída de 591 kg; 57,1% de rendimento de carcaça e 67,8% de rendimento do ganho. Não houve efeito da retirada da monensina sódica ao longo do confinamento para o aumento de consumo de matéria seca. Sendo assim, o desempenho e as características de carcaça e carne, não foram influenciadas.
The aim was evaluation the performance and the characteristics of the carcass of Nelore beef in feedlot, with the use of sodium monensin as a modulator of dry matter intake. A total of 250 Nellore cattle were used, with a mean weight of 363 kg. The animals were housed in 35 collective pens equipped with six linear meters of concrete feeding trough and water troughs of 1500L. The animals were blocked by weight, so they were arranged so that each pen 7 animals, and the last block (5 final pens) housed 8 animals. From each pen, 2 animals were randomly selected at the beginning of the experiment, in order to separate the animals that carried out blood collection and data collection in slaughterhouse, totaling 70 animals for such collections. The experiment was 148/156 days in total, in the period of adaptation and termination. The types of diet, such as the ingredients themselves, sugar cane bagasse, corn grain, citrus pulp, cottonseed meal and mineral, but with regard to a proportion of bulky: a different, being a 22:78 adaptation; transition 17:83 and termination 12:88 The supply was made in the morning and during the afternoon, two supplies of 50% each. In all diets, 25 mg/kg MS of virginiamycin was added to the mineral core and according to treatments sodium monensin was added at a dose of 20 mg/kg DM. Five treatments were applied: VM - Use of virginiamycin throughout the experimental period, without addition of sodium monesin in the diet (Control); 34d - Use sodium monesin for adaptation and transition; 90d - Use sodium monesin up to 90 days of experimentation; 120d - Use sodium monesin up to 120 days of experimentation; 156d - Sodium monensin was used in the diet throughout the experimental period. The date collection were dry matter intake, feed efficiency, average daily gain, the characteristics of the carcass and the meat and the collection of blood. Were used SAS software (SAS Institute Inc., Cary, NC) and all averages were compared by the test t with 5% probability. Dry matter intake was 2.4% WB and 11.7 kg/day; the TDN consumption was 8,52 TDN/day; average daily gain was 1.55 kg/day; feed efficiency was 0.134 kgCMS/kgGMD; inicial weight 363 kg; final weight of 591 kg; 57.1% carcass yield and 67.8% gain yield. There was no effect of sodium monesin over feedlot for increased dry matter intake. Therefore, the performance and carcass and meat characteristics were not influenced.

Descrição

Palavras-chave

Aditivos, Carcaça, Confinamento, Desempenho, Hemogasometria

Como citar